Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano vira sobre o lanterna e segue na cola dos líderes da A-2

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após início sonolento, Matheusinho mostra diferença e Azulão faz 2 a 1 no Independente


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

18/02/2016 | 07:00


O São Caetano passou por apuros, mas virou e bateu o Independente por 2 a 1, ontem à noite, no Estádio Anacleto Campanella, na sexta rodada da Série A-2 do Campeonato Paulista. Com o resultado, o Azulão foi aos 14 pontos e se manteve na cola dos líderes, em terceiro, atrás apenas no saldo de gols, enquanto o Galo continua lanterna, com um.

O fato de o São Caetano ter podido virar líder – bastava vitória por larga diferença de gols – não parece ter empolgado, já que a equipe teve início sonolento na partida, com diversos erros de passes primários. Sem bobear, o Independente logo aproveitou e, aos 12, após lance originado em roubada de bola, Ricardinho driblou três e arriscou de fora da área – 1 a 0.

Lento na transição ao ataque, o Azulão permitia que os visitantes se reorganizassem na defesa, o que dificultava na criação, já que os meias não estavam inspirados. Assim, apesar dos pedidos de calma do técnico Luís Carlos Martins, a equipe foi se enervando e passou a jogar bolas na área, facilitando para o Galo.

A chuva torrencial parece ter acalmado os mandantes, que passaram a trabalhar mais a bola. Aos 33, Matheusinho sofreu um pênalti ignorado pelo árbitro. Mais lúcido pelo lado azulino, o camisa 11 tentava algo diferente com jogadas individuais. E foi assim que, aos 46, ele cortou para o meio e foi calçado pela zaga dentro da área – desta vez foi assinalada a penalidade, convertida por Neto.

Na segunda etapa, o jovem, revelado pelo clube, se mostrou decisivo mais uma vez. Em bela jogada individual aos 19, ele tirou dois marcadores e, da entrada da área, bateu forte para virar e ouviu seu nome gritado pela torcida.

Depois, o São Caetano melhorou, dominou o jogo e perdeu diversas chances. Mas fez o suficiente para continuar brigando no topo da tabela.

Matheusinho agradece chance e recebe elogios por atuação decisiva

Sem o atacante Jô Fernando, poupado por causa de dores musculares, o São Caetano dependeu de outro prata da casa para superar o Independente. O atacante Matheusinho fez a diferença ao sofrer o pênalti e marcar o segundo gol azulino, além de ter chamado a responsabilidade durante o jogo.

O camisa 11 agradeceu ao técnico Luís Carlos Martins pelas oportunidades na Série A-2 e festejou o bom desempenho na partida diante do Galo, ontem à noite.

“Tenho que agradecer a confiança do professor (treinador), que me colocou para jogar desde o início. Com muito esforço e dedicação estou conseguindo retribuir dentro de campo”, disse. “É uma característica minha (os lances dos dois gols). Jogo pelo lado oposto (do campo) para puxar para o meio e criar a jogada”, explicou o jovem, que ganhou elogios do Rei do Acesso.

"Acredito no potencial dele. Ele trabalha por dentro e pelos dois lados, fez bom jogo. Sai fácil para os lados e tem boa finalização”, comentou Martins.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano vira sobre o lanterna e segue na cola dos líderes da A-2

Após início sonolento, Matheusinho mostra diferença e Azulão faz 2 a 1 no Independente

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

18/02/2016 | 07:00


O São Caetano passou por apuros, mas virou e bateu o Independente por 2 a 1, ontem à noite, no Estádio Anacleto Campanella, na sexta rodada da Série A-2 do Campeonato Paulista. Com o resultado, o Azulão foi aos 14 pontos e se manteve na cola dos líderes, em terceiro, atrás apenas no saldo de gols, enquanto o Galo continua lanterna, com um.

O fato de o São Caetano ter podido virar líder – bastava vitória por larga diferença de gols – não parece ter empolgado, já que a equipe teve início sonolento na partida, com diversos erros de passes primários. Sem bobear, o Independente logo aproveitou e, aos 12, após lance originado em roubada de bola, Ricardinho driblou três e arriscou de fora da área – 1 a 0.

Lento na transição ao ataque, o Azulão permitia que os visitantes se reorganizassem na defesa, o que dificultava na criação, já que os meias não estavam inspirados. Assim, apesar dos pedidos de calma do técnico Luís Carlos Martins, a equipe foi se enervando e passou a jogar bolas na área, facilitando para o Galo.

A chuva torrencial parece ter acalmado os mandantes, que passaram a trabalhar mais a bola. Aos 33, Matheusinho sofreu um pênalti ignorado pelo árbitro. Mais lúcido pelo lado azulino, o camisa 11 tentava algo diferente com jogadas individuais. E foi assim que, aos 46, ele cortou para o meio e foi calçado pela zaga dentro da área – desta vez foi assinalada a penalidade, convertida por Neto.

Na segunda etapa, o jovem, revelado pelo clube, se mostrou decisivo mais uma vez. Em bela jogada individual aos 19, ele tirou dois marcadores e, da entrada da área, bateu forte para virar e ouviu seu nome gritado pela torcida.

Depois, o São Caetano melhorou, dominou o jogo e perdeu diversas chances. Mas fez o suficiente para continuar brigando no topo da tabela.

Matheusinho agradece chance e recebe elogios por atuação decisiva

Sem o atacante Jô Fernando, poupado por causa de dores musculares, o São Caetano dependeu de outro prata da casa para superar o Independente. O atacante Matheusinho fez a diferença ao sofrer o pênalti e marcar o segundo gol azulino, além de ter chamado a responsabilidade durante o jogo.

O camisa 11 agradeceu ao técnico Luís Carlos Martins pelas oportunidades na Série A-2 e festejou o bom desempenho na partida diante do Galo, ontem à noite.

“Tenho que agradecer a confiança do professor (treinador), que me colocou para jogar desde o início. Com muito esforço e dedicação estou conseguindo retribuir dentro de campo”, disse. “É uma característica minha (os lances dos dois gols). Jogo pelo lado oposto (do campo) para puxar para o meio e criar a jogada”, explicou o jovem, que ganhou elogios do Rei do Acesso.

"Acredito no potencial dele. Ele trabalha por dentro e pelos dois lados, fez bom jogo. Sai fácil para os lados e tem boa finalização”, comentou Martins.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;