Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ainda sem aliados, PSB corre risco de ficar obrigado a formar chapa pura na eleição com Aidan

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na esfera paulista, sigla pouco se movimentou para engrossar coligação


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

08/01/2016 | 07:15


Sem ainda efetivar aliados ao arco de alianças, o PSB pode ficar obrigado a formar chapa pura tendo o ex-prefeito Aidan Ravin, hoje pré-candidato ao Paço, encabeçando a dobrada. Embora o diretório municipal da legenda trabalhe com a proposta de, em segredo, firmar cinco siglas na coligação, até agora não houve sinalização formal de agremiações na órbita socialista e, principalmente, restam poucas opções de grande porte atualmente no cenário político abertas a negociação. Dentro desse prisma, o vereador Almir Cicote, único representante do PSB na Câmara, é cotado a integrar a empreitada.

A possibilidade se acentua porque a cúpula estadual pouco se esforçou para que Aidan tivesse à disposição amplo leque de aliados.

O PMDB continua sendo um dos principais possíveis aliados do PSB, em especial, pela proximidade entre Aidan e Nilson Bonome, ex-secretário do governo andreense e que, mesmo filiado hoje em São Caetano, dá as cartas na cidade vizinha. O parlamentar peemedebista Sargento Juliano, mais votado ao Legislativo no pleito de 2012, tem nome ventilado, nos bastidores, para assumir esse papel, porém, o PT também está na briga para manter a sigla na base de apoio. Outra alternativa sondada passa pela migração do ex-deputado estadual José Bittencourt, atualmente no PSD, e que é citado para entrar no PR.

O PSB local tenta incentivar a estadual a viabilizar parceria com PPS, PV, DEM e SD, siglas que fazem parte de bloco de oposição ao PT no âmbito federal. Nenhum deles indica chance de demover projeto para aderir ao plano socialista no município. O PPS e SD trabalham para lançar empreitada majoritária com Raimundo Salles e Ailton Lima, respectivamente. O PV municipal, por sua vez, anunciou apoio à pré-candidatura do ex-vereador Paulinho Serra (PSDB), enquanto que o DEM estuda proposta de apresentar o advogado Fábio Picarelli ou formar frente com PTB e SD.

Às vésperas da eleição, partidos mostram resistência em pedir votos ao ex-chefe do Executivo, que lidera levantamento do DGABC Pesquisas, a pedido do Diário, publicado no dia 20, à frente do prefeito Carlos Grana (PT). Em 2012, pelo PTB, Aidan tinha cinco siglas no arco. Com a desfiliação, os petebistas descartam qualquer hipótese de suporte. Os demais eram PPS, DEM, PTdoB (próximo ao PT) e o próprio PSB. Sobram poucas possibilidades viáveis para alavancar o projeto. E há escassez de novas lideranças que somam à chapa. Os socialistas pretendem ter o desenho da coligação em meados do fim de março.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ainda sem aliados, PSB corre risco de ficar obrigado a formar chapa pura na eleição com Aidan

Na esfera paulista, sigla pouco se movimentou para engrossar coligação

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

08/01/2016 | 07:15


Sem ainda efetivar aliados ao arco de alianças, o PSB pode ficar obrigado a formar chapa pura tendo o ex-prefeito Aidan Ravin, hoje pré-candidato ao Paço, encabeçando a dobrada. Embora o diretório municipal da legenda trabalhe com a proposta de, em segredo, firmar cinco siglas na coligação, até agora não houve sinalização formal de agremiações na órbita socialista e, principalmente, restam poucas opções de grande porte atualmente no cenário político abertas a negociação. Dentro desse prisma, o vereador Almir Cicote, único representante do PSB na Câmara, é cotado a integrar a empreitada.

A possibilidade se acentua porque a cúpula estadual pouco se esforçou para que Aidan tivesse à disposição amplo leque de aliados.

O PMDB continua sendo um dos principais possíveis aliados do PSB, em especial, pela proximidade entre Aidan e Nilson Bonome, ex-secretário do governo andreense e que, mesmo filiado hoje em São Caetano, dá as cartas na cidade vizinha. O parlamentar peemedebista Sargento Juliano, mais votado ao Legislativo no pleito de 2012, tem nome ventilado, nos bastidores, para assumir esse papel, porém, o PT também está na briga para manter a sigla na base de apoio. Outra alternativa sondada passa pela migração do ex-deputado estadual José Bittencourt, atualmente no PSD, e que é citado para entrar no PR.

O PSB local tenta incentivar a estadual a viabilizar parceria com PPS, PV, DEM e SD, siglas que fazem parte de bloco de oposição ao PT no âmbito federal. Nenhum deles indica chance de demover projeto para aderir ao plano socialista no município. O PPS e SD trabalham para lançar empreitada majoritária com Raimundo Salles e Ailton Lima, respectivamente. O PV municipal, por sua vez, anunciou apoio à pré-candidatura do ex-vereador Paulinho Serra (PSDB), enquanto que o DEM estuda proposta de apresentar o advogado Fábio Picarelli ou formar frente com PTB e SD.

Às vésperas da eleição, partidos mostram resistência em pedir votos ao ex-chefe do Executivo, que lidera levantamento do DGABC Pesquisas, a pedido do Diário, publicado no dia 20, à frente do prefeito Carlos Grana (PT). Em 2012, pelo PTB, Aidan tinha cinco siglas no arco. Com a desfiliação, os petebistas descartam qualquer hipótese de suporte. Os demais eram PPS, DEM, PTdoB (próximo ao PT) e o próprio PSB. Sobram poucas possibilidades viáveis para alavancar o projeto. E há escassez de novas lideranças que somam à chapa. Os socialistas pretendem ter o desenho da coligação em meados do fim de março.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;