Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Emprego na indústria cresceu 0,2% em janeiro


Do Diário OnLine

16/03/2004 | 10:00


O emprego na indústria cresceu 0,2% em janeiro em relação ao mês anterior, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em dezembro de 2003, a taxa havia registrado queda de 0,6%.

Na comparação com janeiro de 2003, o indicador teve queda de 1,7% e, nos últimos 12 meses, de –0,7%. Já a folha de pagamento real teve recuperação de 7,7% em relação ao mesmo mês no ano passado, mas as horas pagas caíram 1,8%.

Entre as regiões, 11 dos 14 locais pesquisados apresentaram queda em relação a janeiro de 2003. As maiores variações negativas vieram de São Paulo (-2,2%) e Sudeste (-1,7%). Segundo o IBGE, o desempenho negativo em São Paulo foi influenciado pela redução de postos de trabalho em vestuário (-26,1%) e papel e gráfica (-14%).

Apenas Minas Gerais (2%), o conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste (1,4%) e o Paraná (0,4%) tiveram resultados positivos para o emprego industrial, todos impulsionados por alimentos e bebidas, que alcança crescimento de 14,1%, 2,5% e 9,9%, nos respectivos locais.

De acordo com o IBGE, houve queda em 11 dos 18 pesquisados, sendo que a maior pressão negativa veio do ramo de vestuário (-13,9%), seguido de papel e gráfica (-7,7%), têxtil (-5,8%) e minerais não-metálicos (-5,3%). Positivamente, destaca-se a influência dos alimentos e bebidas (2,6%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Emprego na indústria cresceu 0,2% em janeiro

Do Diário OnLine

16/03/2004 | 10:00


O emprego na indústria cresceu 0,2% em janeiro em relação ao mês anterior, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em dezembro de 2003, a taxa havia registrado queda de 0,6%.

Na comparação com janeiro de 2003, o indicador teve queda de 1,7% e, nos últimos 12 meses, de –0,7%. Já a folha de pagamento real teve recuperação de 7,7% em relação ao mesmo mês no ano passado, mas as horas pagas caíram 1,8%.

Entre as regiões, 11 dos 14 locais pesquisados apresentaram queda em relação a janeiro de 2003. As maiores variações negativas vieram de São Paulo (-2,2%) e Sudeste (-1,7%). Segundo o IBGE, o desempenho negativo em São Paulo foi influenciado pela redução de postos de trabalho em vestuário (-26,1%) e papel e gráfica (-14%).

Apenas Minas Gerais (2%), o conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste (1,4%) e o Paraná (0,4%) tiveram resultados positivos para o emprego industrial, todos impulsionados por alimentos e bebidas, que alcança crescimento de 14,1%, 2,5% e 9,9%, nos respectivos locais.

De acordo com o IBGE, houve queda em 11 dos 18 pesquisados, sendo que a maior pressão negativa veio do ramo de vestuário (-13,9%), seguido de papel e gráfica (-7,7%), têxtil (-5,8%) e minerais não-metálicos (-5,3%). Positivamente, destaca-se a influência dos alimentos e bebidas (2,6%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;