Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Inverno, que começa hoje, será um pouco mais frio

Claudinei Plaza/DGABC: Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo meteorologista, as temperaturas não serão tão elevadas quanto em 2014


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

21/06/2015 | 07:00


Começa hoje, às 13h38, horário de Brasília, a estação mais gelada do ano. E segundo o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Marcelo Schneider, este inverno será, além de período seco, como de costume, um pouco mais frio que em 2014. “No ano passado houve períodos de calor, mas agora a temperatura vai ficar na média (do inverno da região do Grande ABC), com mínima de 11,5ºC e máxima de 22ºC em julho; 12ºC e 23,5ºC em agosto e 13,5ºC e 24,5ºC em setembro.”

Neste primeiro dia de inverno, segundo Schneider, as temperaturas devem ficar entre 12ºC e 25ºC. Amanhã, a variação deve ser pouca, ficando entre 14ºC e 26ºC.

Apesar de a paisagem ficar mais cinzenta nesta época, sem tantas aparições do Sol, uma espécie de árvore se encarrega de trazer cor e beleza ao cenário: o ipê, nativo do Brasil e que, no inverno, mostra a exuberância de suas flores.

A coordenadora do curso de Ciências Biológicas da Universidade Metodista, Rosemeire Pessoni, explica que a floração depende das características genéticas e da adaptação ao ambiente. “Nem todas as plantas florescem na primavera. Isso ocorre principalmente com aquelas de clima temperado e não necessariamente com as de clima tropical”, fala a especialista. “Assim, há uma sincronia entre os fatores endógenos (internos) e os fatores ambientais (externos), como temperatura, disponibilidade hídrica, de polinizadores, entre outros. O comprimento do dia e da noite é um dos fatores mais constantes no ambiente e essa variação ao longo do ano (sazonalidade) pode ser detectada pelas plantas, permitindo que a floração ocorra somente em determinadas épocas do ano. Para os ipês, no inverno”, concluiu a professora. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inverno, que começa hoje, será um pouco mais frio

Segundo meteorologista, as temperaturas não serão tão elevadas quanto em 2014

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

21/06/2015 | 07:00


Começa hoje, às 13h38, horário de Brasília, a estação mais gelada do ano. E segundo o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Marcelo Schneider, este inverno será, além de período seco, como de costume, um pouco mais frio que em 2014. “No ano passado houve períodos de calor, mas agora a temperatura vai ficar na média (do inverno da região do Grande ABC), com mínima de 11,5ºC e máxima de 22ºC em julho; 12ºC e 23,5ºC em agosto e 13,5ºC e 24,5ºC em setembro.”

Neste primeiro dia de inverno, segundo Schneider, as temperaturas devem ficar entre 12ºC e 25ºC. Amanhã, a variação deve ser pouca, ficando entre 14ºC e 26ºC.

Apesar de a paisagem ficar mais cinzenta nesta época, sem tantas aparições do Sol, uma espécie de árvore se encarrega de trazer cor e beleza ao cenário: o ipê, nativo do Brasil e que, no inverno, mostra a exuberância de suas flores.

A coordenadora do curso de Ciências Biológicas da Universidade Metodista, Rosemeire Pessoni, explica que a floração depende das características genéticas e da adaptação ao ambiente. “Nem todas as plantas florescem na primavera. Isso ocorre principalmente com aquelas de clima temperado e não necessariamente com as de clima tropical”, fala a especialista. “Assim, há uma sincronia entre os fatores endógenos (internos) e os fatores ambientais (externos), como temperatura, disponibilidade hídrica, de polinizadores, entre outros. O comprimento do dia e da noite é um dos fatores mais constantes no ambiente e essa variação ao longo do ano (sazonalidade) pode ser detectada pelas plantas, permitindo que a floração ocorra somente em determinadas épocas do ano. Para os ipês, no inverno”, concluiu a professora. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;