Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Integrantes do MST permancem em fazenda de SP e no Incra


Do Diário OnLine

06/03/2003 | 14:11


O juiz Roni Herbert Soares concedeu reintegração de posse aos donos da fazenda Santa Isabel, em Alambari, no interior de São Paulo. No entanto, a PM ainda não enviou efetivo para o local e informou que não há clima de tensão, nem início de operação para reintegração de posse.

Na quarta-feira, oficias de Justiça tentaram, sem sucesso, integrar o documento aos líderes do Movimento Nacional dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e devem voltar à fazenda nesta quinta, acompanhados de policiais militares.

No sábado, a propriedade foi invadida por cerca de 400 integrantes do MST e, até esta quarta-feira, já abrigava mil pessoas. Segundo reportagem da Rede Globo, os representantes do Movimento já sabem da liminar e declaram que estão dispostos a negociar a permanência nas terras.

Funcionários do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) informaram que devem começar a fiscalizar a região nos próximos dias para saber se há terras improdutivas. As terras da Santa Isabel, no entanto, não devem passar pelo processo, já que, segundo a lei, propriedades invadidas não são incluídas na reforma agrária.

Goiânia — Além da fazenda Santa Isabel, integrantes do MST também ocuparam as sedes do Incra em Cuiabá (Mato Grosso) e Goiânia (Goiás). Cerca de 600 pessoas continuam na sede da capital goiana. O imóvel foi invadido e depredado na madrugada de quarta-feira em protesto contra a indicação do novo superintendente do órgão no Estado, o advogado Ailtamar da Silva.

O governo já anunciou que não deve indicar outro nome para o cargo, e Ailtamar tomará posse em alguns dias, assim que seu nome for publicado no Diário Oficial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Integrantes do MST permancem em fazenda de SP e no Incra

Do Diário OnLine

06/03/2003 | 14:11


O juiz Roni Herbert Soares concedeu reintegração de posse aos donos da fazenda Santa Isabel, em Alambari, no interior de São Paulo. No entanto, a PM ainda não enviou efetivo para o local e informou que não há clima de tensão, nem início de operação para reintegração de posse.

Na quarta-feira, oficias de Justiça tentaram, sem sucesso, integrar o documento aos líderes do Movimento Nacional dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e devem voltar à fazenda nesta quinta, acompanhados de policiais militares.

No sábado, a propriedade foi invadida por cerca de 400 integrantes do MST e, até esta quarta-feira, já abrigava mil pessoas. Segundo reportagem da Rede Globo, os representantes do Movimento já sabem da liminar e declaram que estão dispostos a negociar a permanência nas terras.

Funcionários do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) informaram que devem começar a fiscalizar a região nos próximos dias para saber se há terras improdutivas. As terras da Santa Isabel, no entanto, não devem passar pelo processo, já que, segundo a lei, propriedades invadidas não são incluídas na reforma agrária.

Goiânia — Além da fazenda Santa Isabel, integrantes do MST também ocuparam as sedes do Incra em Cuiabá (Mato Grosso) e Goiânia (Goiás). Cerca de 600 pessoas continuam na sede da capital goiana. O imóvel foi invadido e depredado na madrugada de quarta-feira em protesto contra a indicação do novo superintendente do órgão no Estado, o advogado Ailtamar da Silva.

O governo já anunciou que não deve indicar outro nome para o cargo, e Ailtamar tomará posse em alguns dias, assim que seu nome for publicado no Diário Oficial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;