Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Márcio Fortes: CPMF pode ser votada dia 8 de março


Do Diário do Grande ABC

05/02/1999 | 12:00


O deputado Márcio Fortes (PSDB/RJ), presidente da Comissao da Câmara que vai analisar a partir desta sexta-feira a emenda constitucional que prorroga e aumenta a alíquota da CPMF, admitiu nesta sexta-feira que a matéria poderá ser votada no dia 8 de março. Márcio Fortes previu que a emenda será votada em primeiro turno entre os dias 9 e 10 e, em segundo turno, no plenário, no dia 18 ou 24 de março.

O deputado acredita que dez sessoes de discussao serao suficientes para tirar as dúvidas dos 30 parlamentares que integram a comissao e, para isso, vai convocar economistas e autoridades do governo. Uma dessas autoridades poderá ser o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Pedro Parente.

Sobre a ameaça do PMDB de nao votar a CPMF caso o Congresso nao aprove o imposto verde, Márcio Fortes disse que a convicçao na base do governo é de que o PMDB nao deixará de colaborar com o ajuste fiscal. A comissao será instalada às 14h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Márcio Fortes: CPMF pode ser votada dia 8 de março

Do Diário do Grande ABC

05/02/1999 | 12:00


O deputado Márcio Fortes (PSDB/RJ), presidente da Comissao da Câmara que vai analisar a partir desta sexta-feira a emenda constitucional que prorroga e aumenta a alíquota da CPMF, admitiu nesta sexta-feira que a matéria poderá ser votada no dia 8 de março. Márcio Fortes previu que a emenda será votada em primeiro turno entre os dias 9 e 10 e, em segundo turno, no plenário, no dia 18 ou 24 de março.

O deputado acredita que dez sessoes de discussao serao suficientes para tirar as dúvidas dos 30 parlamentares que integram a comissao e, para isso, vai convocar economistas e autoridades do governo. Uma dessas autoridades poderá ser o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Pedro Parente.

Sobre a ameaça do PMDB de nao votar a CPMF caso o Congresso nao aprove o imposto verde, Márcio Fortes disse que a convicçao na base do governo é de que o PMDB nao deixará de colaborar com o ajuste fiscal. A comissao será instalada às 14h.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;