Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lauro concede alvará de sete meses ao Água Santa

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após atraso de um ano, Paço emite licença que vence neste ano para Estádio do Inamar


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

22/04/2017 | 07:00


O governo do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), concedeu ao Água Santa alvará de sete meses para funcionamento do Estádio do Inamar. A licença estava vencida desde março do ano passado, mas mesmo assim o campo seguiu funcionando normalmente desde então. A liberação, emitida na quinta-feira, é válida apenas até 22 de novembro.

O Diário antecipou no dia 14 que o verde preparava a emissão do aval como forma de reconstruir reaproximação com o grupo político ligado ao Água Santa, na tentativa de fragilizar o blocão de oposição do qual o presidente em exercício do clube, o vereador Revelino Teixeira de Almeida, o Pretinho (DEM), faz parte, o chamado G-12 (grupo de parlamentares do PT, PR, PRB, PPS e DEM).

A emissão do alvará mostra que Lauro está disposto a ceder às exigências de políticos ligados ao clube para reconquistar a governabilidade na Câmara – a gestão já é alvo de duas CPIs na Casa e, por não ter votos suficientes, está segurando projetos de interesse do governo, como a reforma administrativa do Paço.

Por outro lado, a concessão de licenciamento com curto prazo de validade indica que a aliança com o Netuno ainda gera dúvidas para o Paço diademense que, posteriormente, pode voltar a complicar a vida do clube caso a relação política com o Água Santa azede novamente.

Ao contrário do documento entregue ao clube nesta semana, a última liberação de funcionamento do Estádio do Inamar ficou vigente por dois anos – foi emitida em 2014 e expirou em 2016.

Pretinho, por sua vez, comemorou a concessão do alvará, porém cutucou a administração do verde. “Não tinha motivos para a Prefeitura demorar tanto (para emitir a permissão)”, frisou o democrata. O setor responsável pela autorização é a Secretaria de Habitação, atualmente chefiada por Regina Gonçalves (PV), que integra o núcleo político do governo Lauro.

Mesmo sem alvará de funcionamento, o Distrital do Inamar foi palco de todos os jogos do clube em casa na Série A-2 do Campeonato Paulista. Foram pelo menos nove partidas desde janeiro. O campo também já foi sede da estreia vitoriosa do CAD (Clube Atlético Diadema) na Segunda Divisão do Paulistão, no dia 9. O time volta ao Inamar hoje, em confronto com o Primavera pela terceira rodada da competição.

Em janeiro, pouco mais de um mês depois que o novo alvará vencer, iniciam os jogos da Copa São Paulo de Futebol Júnior, torneio em que o Estádio do Inamar recebeu dez partidas neste ano – o Água Santa foi eliminado na terceira fase. O time está com todas as licenças em dia junto à FPF (Federação Paulista de Futebol), como o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e o de engenharia. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;