Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos toma virada do Internacional

Ricardo Oliveira marcou o 300º da carreira, mas não evitou revés por 2 a 1 no Sul para time que não vencia há 14 jogos


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

09/09/2016 | 07:00


O Santos segue sendo bom adversário para equipes que frequentam ou flertam com a zona de rebaixamento do Brasileirão. Ontem, em Porto Alegre, o Peixe perdeu de virada para o Internacional por 2 a 1 – foi o terceiro revés seguido para rivais da parte de baixo da tabela – e desperdiçou chance de se aproximar do G-4. O Alvinegro permanece em quinto, com 36 pontos, mas a quatro do Corinthians, desafiante do clássico de domingo. Já o Colorado foi aos 27, em 15º.

Determinado a encerrar o jejum de 14 jogos sem vitória no Brasileirão, o Internacional logo foi para cima do Santos. O primeiro lance de perigo veio aos nove minutos, quando Nico López, aproveitando rebote de Vanderlei, jogou por cima.

O troco veio aos 14. Em cobrança de falta de Lucas Lima, Gustavo Henrique subiu mais que a zaga, mas mandou à esquerda do gol dos gaúchos.

Com o tempo, o Peixe se sentia mais à vontade e já começava a pressionar a saída de bola adversária. A tática deu resultado quando, aos 27, Geferson errou e entregou nos pés de Ricardo Oliveira. O camisa 9 ajeitou e bateu rasteiro para marcar seu 300º gol na carreira – 1 a 0.

O lateral se redimiria ainda na primeira etapa. Se havia dado assistência ao santista, desta vez ele deu passe a Seijas, que bateu e contou com desvio para matar Vanderlei – 1 a 1.

E ainda houve tempo para polêmica antes do intervalo. Isso porque o árbitro Rodrigo Raposo expulsou Lucas Lima após dois cartões amarelos, ambos por suposta cera, aos 18 e aos 45 minutos, o que gerou muita reclamação dos santistas.

Na segunda etapa, com um a mais, o Colorado foi para cima e criou uma chance atrás da outra. Aos oito, Nico López cabeceou por cima e, aos 15, Vanderlei operou milagre em finalização de William. O goleiro nada pôde fazer no minuto seguinte, quando, após realizar outra boa defesa em cabeçada de Valdivia, Aylon aproveitou o rebote e virou para os gaúchos.

Dorival Júnior tentou reverter o cenário e promoveu a estreia do atacante Walterson, emprestado pelo São Bernardo, mas não teve sucesso. O time esboçou pressão no final, mas o Colorado resistiu e fez o Peixe amargar o terceiro jogo com derrota no Brasileirão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos toma virada do Internacional

Ricardo Oliveira marcou o 300º da carreira, mas não evitou revés por 2 a 1 no Sul para time que não vencia há 14 jogos

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

09/09/2016 | 07:00


O Santos segue sendo bom adversário para equipes que frequentam ou flertam com a zona de rebaixamento do Brasileirão. Ontem, em Porto Alegre, o Peixe perdeu de virada para o Internacional por 2 a 1 – foi o terceiro revés seguido para rivais da parte de baixo da tabela – e desperdiçou chance de se aproximar do G-4. O Alvinegro permanece em quinto, com 36 pontos, mas a quatro do Corinthians, desafiante do clássico de domingo. Já o Colorado foi aos 27, em 15º.

Determinado a encerrar o jejum de 14 jogos sem vitória no Brasileirão, o Internacional logo foi para cima do Santos. O primeiro lance de perigo veio aos nove minutos, quando Nico López, aproveitando rebote de Vanderlei, jogou por cima.

O troco veio aos 14. Em cobrança de falta de Lucas Lima, Gustavo Henrique subiu mais que a zaga, mas mandou à esquerda do gol dos gaúchos.

Com o tempo, o Peixe se sentia mais à vontade e já começava a pressionar a saída de bola adversária. A tática deu resultado quando, aos 27, Geferson errou e entregou nos pés de Ricardo Oliveira. O camisa 9 ajeitou e bateu rasteiro para marcar seu 300º gol na carreira – 1 a 0.

O lateral se redimiria ainda na primeira etapa. Se havia dado assistência ao santista, desta vez ele deu passe a Seijas, que bateu e contou com desvio para matar Vanderlei – 1 a 1.

E ainda houve tempo para polêmica antes do intervalo. Isso porque o árbitro Rodrigo Raposo expulsou Lucas Lima após dois cartões amarelos, ambos por suposta cera, aos 18 e aos 45 minutos, o que gerou muita reclamação dos santistas.

Na segunda etapa, com um a mais, o Colorado foi para cima e criou uma chance atrás da outra. Aos oito, Nico López cabeceou por cima e, aos 15, Vanderlei operou milagre em finalização de William. O goleiro nada pôde fazer no minuto seguinte, quando, após realizar outra boa defesa em cabeçada de Valdivia, Aylon aproveitou o rebote e virou para os gaúchos.

Dorival Júnior tentou reverter o cenário e promoveu a estreia do atacante Walterson, emprestado pelo São Bernardo, mas não teve sucesso. O time esboçou pressão no final, mas o Colorado resistiu e fez o Peixe amargar o terceiro jogo com derrota no Brasileirão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;