Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão acorda no segundo tempo, derrota Sport e continua no G-4

Léo Príncipe, Marlone e Gustavo destoam e paulistas fazem 3 a 0 em 16 minutos na Capital


da Redação

09/09/2016 | 07:00


Em duelo com dois tempos bem distintos, o Corinthians precisou de 16 minutos na etapa final para bater o Sport por 3 a 0, ontem, na Arena em Itaquera, e garantir a permanência no G-4 do Brasileiro, agora com 40 pontos, na quarta posição. Mais do que isso, o Timão se reabilitou da derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta e aliviou a pressão sobre o técnico Cristóvão Borges com atuações de destaque de Léo Príncipe e Marlone, além do estreante Gustavo.

Quando a bola rolou na Capital ficou evidente a ineficiência do sistema de criação alvinegro, formado por Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone, diante da forte marcação do time pernambucano. Tanto que o Timão finalizou pela primeira vez apenas aos 20 minutos, com Rodriguinho, por cima do travessão de Magrão.

Antes disso, o Sport já havia assustado Cássio em algumas ocasiões, como aos 15 minutos, quando Diego Souza chutou para a defesa do goleiro.

A supremacia dos visitantes ficou mais evidente aos 32. A defesa corintiana parou após o bandeira, erroneamente, assinalar impedimento, Samuel Xavier avançou até a linha de fundo e cruzou para Diego Souza, livre de marcação, cabecear para a intervenção de Cássio.

Acuado, o Corinthians só voltou a assustar aos 46. Giovanni Augusto deu duas fintas no zagueiro e chutou por cima.

No intervalo, Cristóvão Borges deu maior poder ofensivo ao Timão. Sacou o volante Cristian e promoveu a estreia de Gustavo. O atacante participou do lance que originou o gol alvinegro, a um minuto. De cabeça, ele acionou Marlone na direita, que cruzou para Rodriguinho tocar à esquerda de Magrão

A vantagem no marcador deu outro ânimo ao Corinthians, que ampliou aos oito. Rodriguinho fez bela jogada pela esquerda e tocou para Léo Príncipe encontrar Marlone na direita. O meia mandou rasteiro e o lateral-direito tocou no canto direito do goleiro.

O Timão sacramentou a vitória aos 16. Lucca cobrou escanteio pela esquerda, Vilson se antecipou à marcação e cabeceou. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Timão acorda no segundo tempo, derrota Sport e continua no G-4

Léo Príncipe, Marlone e Gustavo destoam e paulistas fazem 3 a 0 em 16 minutos na Capital

da Redação

09/09/2016 | 07:00


Em duelo com dois tempos bem distintos, o Corinthians precisou de 16 minutos na etapa final para bater o Sport por 3 a 0, ontem, na Arena em Itaquera, e garantir a permanência no G-4 do Brasileiro, agora com 40 pontos, na quarta posição. Mais do que isso, o Timão se reabilitou da derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta e aliviou a pressão sobre o técnico Cristóvão Borges com atuações de destaque de Léo Príncipe e Marlone, além do estreante Gustavo.

Quando a bola rolou na Capital ficou evidente a ineficiência do sistema de criação alvinegro, formado por Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone, diante da forte marcação do time pernambucano. Tanto que o Timão finalizou pela primeira vez apenas aos 20 minutos, com Rodriguinho, por cima do travessão de Magrão.

Antes disso, o Sport já havia assustado Cássio em algumas ocasiões, como aos 15 minutos, quando Diego Souza chutou para a defesa do goleiro.

A supremacia dos visitantes ficou mais evidente aos 32. A defesa corintiana parou após o bandeira, erroneamente, assinalar impedimento, Samuel Xavier avançou até a linha de fundo e cruzou para Diego Souza, livre de marcação, cabecear para a intervenção de Cássio.

Acuado, o Corinthians só voltou a assustar aos 46. Giovanni Augusto deu duas fintas no zagueiro e chutou por cima.

No intervalo, Cristóvão Borges deu maior poder ofensivo ao Timão. Sacou o volante Cristian e promoveu a estreia de Gustavo. O atacante participou do lance que originou o gol alvinegro, a um minuto. De cabeça, ele acionou Marlone na direita, que cruzou para Rodriguinho tocar à esquerda de Magrão

A vantagem no marcador deu outro ânimo ao Corinthians, que ampliou aos oito. Rodriguinho fez bela jogada pela esquerda e tocou para Léo Príncipe encontrar Marlone na direita. O meia mandou rasteiro e o lateral-direito tocou no canto direito do goleiro.

O Timão sacramentou a vitória aos 16. Lucca cobrou escanteio pela esquerda, Vilson se antecipou à marcação e cabeceou. A bola ainda tocou no travessão antes de entrar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;