Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Aplicativo de celular permite análise de maior abrangência

Grupo de estudantes da Fatec da cidade de São Bernardo criou ferramenta para as avaliações ambientais


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

05/06/2015 | 07:00


Para um resultado ainda mais aprofundado das análises feitas pela Expedição Tamanduateí, um app (aplicativo) de celular desenvolvido por alunos da Fatec (Faculdade de Tecnologia) de São Bernardo está sendo grande aliado da pesquisa encabeçada pela bióloga e professora da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), Marta Ângela Marcondes.

Os estudantes do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Lucas de Faria Polaquini, 20 anos; Thiago Fontanez Graciani, 21; Wilton Borges, 22; Matheus Marchetti, 20 e Luiza Alvarez Costa, 26, criaram como Trabalho de Conclusão de Curso uma ferramenta mobile capaz de efetuar análises e monitoramento de parâmetros ambientais, chamada provisoriamente de River Analitycs (que em tradução livre, significa Análise do Rio).

A ideia de elaborar a ferramenta surgiu na metade do ano passado e, em abril de 2015 a teoria começou a tomar forma prática. O grupo pensou em fazer algo não só voltado à profissionais da área ambiental, mas que possa ser utilizado por qualquer pessoa. “Não há a necessidade de um conhecimento específico sobre parâmetros ambientais, pois no próprio aplicativo o usuário encontrará um manual de utilização”, explica Lucas de Faria Polaquini, que é filho da pesquisadora Marta Marcondes.

O questionário engloba 15 perguntas, desenvolvidas pelo Projeto IPH (Índice de Poluentes Hídricos), da USCS, tendo como base o método o “Standard methods of the water and wastewater” ou “Métodos padrão da água e das águas residuais”, traduzindo para o português, o que segundo Polaquini, permitirá a obtenção de parâmetros precisos e inovador.

As três primeiras questões pedem que o usuário escreva o nome do corpo d’água que será avaliado; a extensão estudada e a extensão da margem, ambas em metros. Nas demais, são apresentadas opções relacionadas aos aspectos do local, como o tipo de ocupação (se há indústrias, residências no entorno); a situação da área de inundação (se avenida, rua, piscinão); os aspectos da margem – se o leito é concretado, com pedras ou natural, se recebe água residual, de esgoto ou galerias, entre outros.

Após o envio das informações das respostas dadas no questionário, eles seguirão para um servidor de banco de dados, onde serão processados e estudados por um software desenvolvido também pela equipe. O programa envia um relatório com nota para o rio, de 0 a 5, sendo 0, péssimo e 5, ótimo.

Pesquisa da USCS é pioneira no uso do aplicativo criado por estudantes

O estudo que analisa a qualidade das águas do Rio Tamanduateí estreou o aplicativo criado pelos alunos da Fatec de São Bernardo. O sistema está em fase de teste durante o processo e ainda indisponível para o uso do público. “Estamos preparando todo o ambiente computacional necessário para que o aplicativo, servidores e serviços trabalhem de forma eficiente, sem lentidão ou qualquer outro problema”, diz um dos criadores, Lucas de Faria Polaquini, 20 anos.

Quando estiver disponível para download (previsto para o segundo semestre), poderá ser baixado gratuitamente para Android, IOS e Windows Phone. O aplicativo também terá um módulo web, onde o download da ficha de análise poderá ser feito pelo computador e, posteriormente, registrado.

“Será um meio fácil de visualizar a real situação dos corpos d’água, pois, no módulo web, exibiremos os dados das análises de uma forma de fácil interpretação, com o auxílio de imagens e outros recursos”, conclui Polaquini. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;