Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Comércio prevê recordes neste Natal


Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

11/11/2007 | 07:01


O comércio do Grande ABC está em contagem regressiva para o Natal. As mais otimistas lojas de roupas, sapatos e perfumes dos quatro maiores shoppings da região projetam dobrar os negócios no período, e garantem que muitos consumidores já antecipam a compra dos presentes.

Segundo a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings), para atrair um número maior de consumidores os centros de compras investiram de 15% a 17% a mais neste ano.

Há especialistas que dizem que este será o melhor Natal dos últimos tempos para o comércio. Fatores como moeda fortalecida, desemprego em queda, aumento real da renda, crédito ampliado e taxas de inadimplência estáveis estão contribuindo para um cenário positivo.

Lojistas - De acordo com a gerente da loja CNS do ABC Plaza, Vanessa Masson, a intenção deste ano é dobrar o volume de vendas em comparação ao ano passado.

“A nossa loja tem um item importante a nosso favor, sempre temos produtos promocionais sendo comercializados na loja, que custam até R$ 69”, conta Vanessa.

No caso da Hortela Modas, do Mauá Plaza, neste ano os pedidos foram 15% maiores com o objetivo de atender uma demanda até 15% acima do mesmo período de 2006. “As pessoas já começaram a movimentar os corredores do shopping. Muitas já estão pesquisando os preços e até comprando”, diz a gerente da loja Vanessa Consentino.

“Para presentear, a loja tem bons preços, que cabem no bolso de qualquer consumidor e ainda melhores condições de pagamento. Blusas femininas que custam a partir de R$ 29,90 e vestidos que saem por R$ 55,90”, comenta Vanessa.

Recentemente, a Hortela Modas passou por uma reformar visando distribuir melhor as mercadorias e oferecer maior conforto aos clientes.

Apostas - Outra que incrementou o estoque em 10% para a data foi O Boticário, do Shopping Metrópole, em São Bernardo. Segundo a gerente do empreendimento, Marilza Martins Cardoso, os estojos de produtos que custam entre R$ 60 e R$ 75 serão os mais vendidos neste fim de ano.

A loja facilita também a forma de pagamento em até cinco vezes sem juros ou no cheque em três (com entrada e cheques pré-datados para 30 e 60 dias).

CDs e DVDs - Não tão contente como as lojas de brinquedos (PB Kids e Ri Happy), que estimam crescimento de até 11%, a Virtual Music acredita que em virtude da pirataria as vendas possam cair até 10% em 2007 em comparação ao Natal do ano passado.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comércio prevê recordes neste Natal

Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

11/11/2007 | 07:01


O comércio do Grande ABC está em contagem regressiva para o Natal. As mais otimistas lojas de roupas, sapatos e perfumes dos quatro maiores shoppings da região projetam dobrar os negócios no período, e garantem que muitos consumidores já antecipam a compra dos presentes.

Segundo a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings), para atrair um número maior de consumidores os centros de compras investiram de 15% a 17% a mais neste ano.

Há especialistas que dizem que este será o melhor Natal dos últimos tempos para o comércio. Fatores como moeda fortalecida, desemprego em queda, aumento real da renda, crédito ampliado e taxas de inadimplência estáveis estão contribuindo para um cenário positivo.

Lojistas - De acordo com a gerente da loja CNS do ABC Plaza, Vanessa Masson, a intenção deste ano é dobrar o volume de vendas em comparação ao ano passado.

“A nossa loja tem um item importante a nosso favor, sempre temos produtos promocionais sendo comercializados na loja, que custam até R$ 69”, conta Vanessa.

No caso da Hortela Modas, do Mauá Plaza, neste ano os pedidos foram 15% maiores com o objetivo de atender uma demanda até 15% acima do mesmo período de 2006. “As pessoas já começaram a movimentar os corredores do shopping. Muitas já estão pesquisando os preços e até comprando”, diz a gerente da loja Vanessa Consentino.

“Para presentear, a loja tem bons preços, que cabem no bolso de qualquer consumidor e ainda melhores condições de pagamento. Blusas femininas que custam a partir de R$ 29,90 e vestidos que saem por R$ 55,90”, comenta Vanessa.

Recentemente, a Hortela Modas passou por uma reformar visando distribuir melhor as mercadorias e oferecer maior conforto aos clientes.

Apostas - Outra que incrementou o estoque em 10% para a data foi O Boticário, do Shopping Metrópole, em São Bernardo. Segundo a gerente do empreendimento, Marilza Martins Cardoso, os estojos de produtos que custam entre R$ 60 e R$ 75 serão os mais vendidos neste fim de ano.

A loja facilita também a forma de pagamento em até cinco vezes sem juros ou no cheque em três (com entrada e cheques pré-datados para 30 e 60 dias).

CDs e DVDs - Não tão contente como as lojas de brinquedos (PB Kids e Ri Happy), que estimam crescimento de até 11%, a Virtual Music acredita que em virtude da pirataria as vendas possam cair até 10% em 2007 em comparação ao Natal do ano passado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;