Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

FHC abre 'espaço perigoso' para ACM, diz Fiergs


Do Diário do Grande ABC

17/08/1999 | 14:41


O presidente Fernando Henrique Cardoso está abrindo um "espaço perigoso" para a influência do senador Antônio Carlos Magalhaes e pagando com a elevaçao dos índices de reprovaçao popular ao seu governo. A avaliaçao foi feita nesta terça-feira pelo presidente da Federaçao das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Francisco Renan Proença, para quem a coordenaçao política do governo federal é "falha".

"A populaçao entende a situaçao como falta de autoridade do presidente", disse Proença. Na opiniao dele, Fernando Henrique fez "muitas concessoes" para negociar com o Congresso a possibilidade de reeleiçao. "Ele negociou demais; foi um equívoco", afirmou.

O presidente da Fiergs disse que o empresariado preocupa-se com a acentuada queda da popularidade de Fernando Henrique, apurada pelas últimas pesquisas de opiniao. O "clima" político do País interfere diretamente nos negócios, alterando níveis de investimentos e consumo, explicou. "É urgentíssimo parar esta queda", afirmou.

Logo após a abertura da 23ª Reuniao do Programa Gaúcho de Qualidade, Proença afirmou que o presidente da República deve assumir o "comando" do governo e utilizar melhor seus mecanismos de "marketing" para divulgar fatos positivos. "Nao é o presidente do Congresso (Antônio Carlos Magalhaes) que deveria anunciar o congelamento da gasolina", exemplificou.

O presidente da Fiergs reconheceu a existência de recessao interna, mas disse que o quadro "nao é tao ruim como está sendo pintado" pelos meios de comunicaçao. "Um momento de questionamento da popularidade do presidente é propício para notícias ruins", comentou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;