Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Villepin convoca reunião de segurança após novos distúrbios na França


Da AFP

29/10/2006 | 10:42


Uma reunião sobre a segurança e os transportes públicos foi convocada para esta segunda-feira pelo primeiro-ministro francês, Dominique de Villepin, depois do incêndio neste sábado de um ônibus em Marsella (sul), no qual uma jovem sofreu queimaduras graves, segundo fontes oficiais.

A jovem, que no domingo se encontrava entre a vida e a morte, é a primeira vítima grave da violência registrada no primeiro aniversário dos distúrbios de 2005 nos subúrbios franceses.

Dominique de Villepin expressou neste domingo "sua indignação diante do ato de violência" e afirmou que todas as medidas "foram postas em prática para que os autores deste crime sejam detidos o quanto antes", segundo comunicado do gabinete do primeiro-ministro.

A jovem de 26 anos sofreu queimaduras em 60% do corpo, depois que um grupo de adolescentes ateou fogo em um ônibus, informaram fontes policiais e dos serviços de resgate franceses.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Villepin convoca reunião de segurança após novos distúrbios na França

Da AFP

29/10/2006 | 10:42


Uma reunião sobre a segurança e os transportes públicos foi convocada para esta segunda-feira pelo primeiro-ministro francês, Dominique de Villepin, depois do incêndio neste sábado de um ônibus em Marsella (sul), no qual uma jovem sofreu queimaduras graves, segundo fontes oficiais.

A jovem, que no domingo se encontrava entre a vida e a morte, é a primeira vítima grave da violência registrada no primeiro aniversário dos distúrbios de 2005 nos subúrbios franceses.

Dominique de Villepin expressou neste domingo "sua indignação diante do ato de violência" e afirmou que todas as medidas "foram postas em prática para que os autores deste crime sejam detidos o quanto antes", segundo comunicado do gabinete do primeiro-ministro.

A jovem de 26 anos sofreu queimaduras em 60% do corpo, depois que um grupo de adolescentes ateou fogo em um ônibus, informaram fontes policiais e dos serviços de resgate franceses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;