Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogadores corintianos querem invasão da torcida em Goiânia


Das Agências

06/11/2007 | 07:16


Na luta contra o rebaixamento à Série B do ano que vem, o Corinthians pede para sua torcida invadir a cidade de Goiânia, palco do confronto do próximo domingo, diante do Goiás, adversário direto na luta contra a queda para a Segunda Divisão.

Em 2005, precisando de um ponto para ser campeão, o Corinthians enfrentou o Goiás no Serra Dourada, que tem capacidade para até 50 mil torcedores, e foi derrotado por 3 a 2. O time, porém, comemorou o título com a derrota por 1 a 0 do Internacional, vice-líder, para o Coritiba.

Em seu site oficial, o Corinthians cita o grande número de torcedores que foram acompanhar a atuação do time no Maracanã (derrota para o Flamengo) e no Pacaembu (vitória sobre o Figueirense e empate diante do Atlético-PR).

A intenção dos dirigentes é reviver a invasão corintiana de 1976. Nas semifinais do Brasileiro daquele ano, 70 mil torcedores do time paulista foram ao Maracanã ver a equipe derrotar o Fluminense nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

O que o atacante Finazzi quer mesmo é menos sofrimento nas últimas rodadas. O time está uma posição acima da zona do rebaixamento e tem um ponto a mais do que Paraná e Goiás.

“Acho que matamos alguns corintianos do coração (risos). Dizem que aqui é tudo mais sofrido, e o pior é que é mesmo. Mas acho que poderia ser um pouco menos.”

Finazzi marcou quatro gols nos últimos três jogos do Corinthians neste Brasileiro. “Estou fazendo os gols em um momento importante. Isso só me dá motivação para continuar trabalhando mais e mais para ajudar o time a sair dessa situação”, completou o atacante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogadores corintianos querem invasão da torcida em Goiânia

Das Agências

06/11/2007 | 07:16


Na luta contra o rebaixamento à Série B do ano que vem, o Corinthians pede para sua torcida invadir a cidade de Goiânia, palco do confronto do próximo domingo, diante do Goiás, adversário direto na luta contra a queda para a Segunda Divisão.

Em 2005, precisando de um ponto para ser campeão, o Corinthians enfrentou o Goiás no Serra Dourada, que tem capacidade para até 50 mil torcedores, e foi derrotado por 3 a 2. O time, porém, comemorou o título com a derrota por 1 a 0 do Internacional, vice-líder, para o Coritiba.

Em seu site oficial, o Corinthians cita o grande número de torcedores que foram acompanhar a atuação do time no Maracanã (derrota para o Flamengo) e no Pacaembu (vitória sobre o Figueirense e empate diante do Atlético-PR).

A intenção dos dirigentes é reviver a invasão corintiana de 1976. Nas semifinais do Brasileiro daquele ano, 70 mil torcedores do time paulista foram ao Maracanã ver a equipe derrotar o Fluminense nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

O que o atacante Finazzi quer mesmo é menos sofrimento nas últimas rodadas. O time está uma posição acima da zona do rebaixamento e tem um ponto a mais do que Paraná e Goiás.

“Acho que matamos alguns corintianos do coração (risos). Dizem que aqui é tudo mais sofrido, e o pior é que é mesmo. Mas acho que poderia ser um pouco menos.”

Finazzi marcou quatro gols nos últimos três jogos do Corinthians neste Brasileiro. “Estou fazendo os gols em um momento importante. Isso só me dá motivação para continuar trabalhando mais e mais para ajudar o time a sair dessa situação”, completou o atacante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;