Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Venda de imóveis usados cai 2,72% na cidade de São Paulo


Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

06/11/2007 | 07:06


A venda de casas e apartamentos usados caiu 2,72% na cidade de São Paulo, em setembro, aponta a pesquisa feita pelo Creci-SP.

Segundo o levantamento, os imóveis mais vendidos no período foram os de valor até R$ 100 mil, somando 53,94% do total de casas e apartamentos que mudaram de donos. A maioria das vendas foi feita à vista (60,75%), ficando os financiamentos da CEF (Caixa Econômica Federal) e dos demais bancos com 31,7%.

O preço que mais aumentou em setembro foi o de apartamentos do padrão Standard, de acabamento mais simples, com mais de 15 anos de construção e localizados em bairros agrupados na Zona C, como Lapa, Mirandópolis e Vila Leopoldina.

O valor médio do m² desse tipo de imóvel subiu 9,67%, passando de R$ 795,58 em agosto para R$ 872,51 em setembro.

Já a maior baixa de valores foi registrada na Zona E, que reúne bairros como Cangaíba, Itaquera e Itaim Paulista.

O custo médio do m² dos apartamentos de padrão Standard, construídos entre sete e 15 anos, ficou 8,88% menor em setembro na comparação com agosto – houve redução de R$ 716,17 para R$ 652,55.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Venda de imóveis usados cai 2,72% na cidade de São Paulo

Verônica Lima
Do Diário do Grande ABC

06/11/2007 | 07:06


A venda de casas e apartamentos usados caiu 2,72% na cidade de São Paulo, em setembro, aponta a pesquisa feita pelo Creci-SP.

Segundo o levantamento, os imóveis mais vendidos no período foram os de valor até R$ 100 mil, somando 53,94% do total de casas e apartamentos que mudaram de donos. A maioria das vendas foi feita à vista (60,75%), ficando os financiamentos da CEF (Caixa Econômica Federal) e dos demais bancos com 31,7%.

O preço que mais aumentou em setembro foi o de apartamentos do padrão Standard, de acabamento mais simples, com mais de 15 anos de construção e localizados em bairros agrupados na Zona C, como Lapa, Mirandópolis e Vila Leopoldina.

O valor médio do m² desse tipo de imóvel subiu 9,67%, passando de R$ 795,58 em agosto para R$ 872,51 em setembro.

Já a maior baixa de valores foi registrada na Zona E, que reúne bairros como Cangaíba, Itaquera e Itaim Paulista.

O custo médio do m² dos apartamentos de padrão Standard, construídos entre sete e 15 anos, ficou 8,88% menor em setembro na comparação com agosto – houve redução de R$ 716,17 para R$ 652,55.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;