Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano estimula doação de medicamentos


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

30/09/2005 | 08:19


A Prefeitura de São Caetano está lançando uma campanha permanente de incentivo à doação de medicamentos. Projeto de lei (4.297) nesse sentido foi aprovado em junho último e deve ser regulamentado nos próximos dias. A população poderá doar os remédios diretamente nas cinco UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município.

De acordo com a diretora de Saúde, Regina Maura Zetone, podem ser doados os mais variados tipos de medicamentos – antibióticos, antiinflamatórios e analgésicos –, exceto aqueles sujeitos a variações em sua composição em razão de mudanças de temperatura, como insulina e hormônios para crescimento. Os recipientes de vidro, se já abertos, não podem ser doados. As cartelas com comprimidos que já tenham sido consumidos serão aceitas, desde que em boas condições. "Todo medicamento será analisado, para tomarmos conhecimento de sua possibilidade de uso."

Para a diretora de Saúde de São Caetano, além de permitir as doações, a lei contribuirá para minimizar um problema muito comum, o descarte de remédios juntamente com o lixo residencial. Esse lixo, despejado em aterros sanitários, pode contribuir para a contaminação do solo. Uma dica, aponta, é a pessoa levar o medicamento com prazo de validade vencido a qualquer unidade de saúde ou clínicas médicas. "Muitas pessoas acabam jogando fora depois que o remédio fica algum tempo no armário. Os municípios oferecem a coleta de lixo hospitalar. É só levar a um desses locais."

Os medicamentos doados e que não poderão servir a outra pessoa serão inutilizados na própria sede da Vigilância Sanitária e descartados como lixo hospitalar.

Validade, condições de armazenamento, situação da embalagem, dentre outros fatores, serão analisados por uma equipe técnica da Diretoria de Saúde e Vigilância Sanitária para que posteriormente os medicamentos sejam disponibilizados.

Exemplo – Em Santo André e Diadema não há legislação permitindo a doação de medicamentos. As duas cidades compram medicamentos e também recebem do governo estadual e do Ministério da Saúde. A exemplo de São Caetano, em São Bernardo a população pode fazer doações às unidades de saúde.

Mauá também não tem legislação sobre o tema, mas doações podem ser feitas à Coordenadoria de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde do município. Em Rio Grande da Serra, projeto do vereador Clesson de Souza (PT) foi aprovado na semana passada e ainda precisa ser analisado pelo Executivo. Em Ribeirão Pires as doações podem ser feitas em qualquer uma das oito unidades básicas de saúde.

Onde doar

SÃO BERNARDO
Todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) recebem os remédios que estejam dentro do prazo de validade. O horário de atendimento varia de acordo com o funcionamento de cada uma das unidades.

SÃO CAETANO
UBS Amélia Richard Locatelli

Alameda João Galego, 1, bairro Santa Maria. Telefone: 4220-2323.

Horário de atendimento: das 7h às 17h.

UBS Darcy Sarmanho Vargas

Rua General Estilac Leal, 58, bairro Mauá. Telefone: 4232-0420.

Horário de atendimento: das 7h às 17h.

UBS Dolores Massei

Rua Senador Fláquer, 134, bairro São José. Telefone: 4238-8322.

Horário de Atendimento: das 7h às 17h.

UBS Maria Corbeta Segato

Avenida Prosperidade, 671, bairro Prosperidade. Telefone: 4229-4241.

Horário de atendimento: das 7h às 17h.

UBS Nair Spina Benedicts

Rua Osvaldo Cruz, 1.153, bairro Oswaldo Cruz. Telefone: 4226-8584.

Horário de Atendimento: das 7h às 17h.

MAUÁ
Coordenadoria de Assistência Farmacêutica

Rua Santa Helena, 86, Centro.

Horário de funcionamento: das 8h às 17h



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;