Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil confia em manter hegemonia


Das Agências

01/11/2012 | 06:39


Outra vez o Brasil inicia a Copa do Mundo de Futsal como favorito ao título. Dono de quatro conquistas desde que a competição passou a ser organizada pela Fifa - são seis troféus no total - o time canarinho tem na Espanha, campeã em 2000 e 2004, seu principal rival na Tailândia. Rússia e Itália também entram na disputa com boas chances de surpreender. A Seleção Brasileira estreia contra o Japão, às 12h de hoje, em Nakhon Ratchasima.

Apesar de não possuir tradição na modalidade, os japoneses estão evoluindo e arrancaram empate por 3 a 3 com a Seleção Brasileira em amistoso. Aos 45 anos, ex-jogador de futebol Kazu, que no Brasil jogou por Santos e Coritiba, integra o elenco do time asiático.

Em sua última Copa do Mundo, o experiente ala Falcão, 35 anos, continua sendo o principal nome do time brasileiro, mas agora divide a responsabilidade com o também ala Vinicius, escolhido pelo técnico Marcos Soratto para ser o capitão da Seleção.

"Chego feliz com o que está acontecendo na minha vida. Depois de ter me recuperado de lesão no joelho é uma satisfação poder, com quase 35 anos, ter minha última oportunidade de conquistar o título mais importante de um atleta do futsal. Quando você tem essa chance, a motivação é máxima e a vontade maior ainda", confessou Vinicius.

Além da Seleção Brasileira, outros 15 atletas nascidos no País estarão espalhados pelas seleções da Rússia - que conta com Vagner Kaetano, o Pula, artilheiro do Mundial do Brasil (2008) - Itália, Austrália e até mesmo a Espanha, que terá a dupla Fernandão e Alemão.

 

NOVIDADES
Pela primeira vez a Copa do Mundo será disputada por 24 seleções, quatro a mais do que em 2008, no Brasil. Com o intuito de difundir a modalidade em outras nações, a Fifa concedeu vaga a Panamá, Sérvia, Kuwait e Marrocos, que devem fazer papel de coadjuvantes.

As equipes serão divididas em seis grupos de quatro, sendo que os dois primeiros de cada um se classificam, além dos quatro melhores terceiros colocados somadas todas as chaves. Nos dias 11 e 12 ocorrem as oitavas de final. A decisão será no dia 18. O Brasil compõe o Grupo C, ao lado de Japão, Líbia e Portugal.

Além da estreia brasileira, a primeira rodada do Grupo C terá o duelo entre Líbia e Portugal (10h). Ainda hoje jogam Ucrânia x Paraguai (8h) e Tailândia x Costa Rica (10h) pela Chave A.

 

Ginásio da decisão ainda não está pronto

 

Principal ginásio da Copa do Mundo, a Bangkok Futsal Arena não está pronto e coloca em risco a realização da final. O local não tem quadra certificada, plano de evacuação de emergência nem câmeras de seguranças - itens obrigatórios na cartilha da Fifa.

Os jogos da primeira fase que seriam disputados no ginásio foram transferidos para outros locais. A preocupação da organização agora é com a final, marcada para o dia 18. Segunda-feira, integrantes da Fifa vão vistoriar a arena e caso necessário vão importar quadra da Itália ou da China, o que vai precisar de autorização especial da alfândega da Tailândia.

Segundo os organizadores, as fortes chuvas e inundações que atingiram o país nos últimos meses impediram a finalização da quadra. A arena, construída para 12 mil expectadores, custou US$ 40 milhões (R$ 81,1 milhões). Caso os problemas não sejam resolvidos até segunda-feira o investimento será em vão.

Esta é a sétima edição do Mundial com a chancela Fifa. O torneio já esteve na Holanda (1989), Hong Kong (1992), Espanha (1996), Guatemala (2000), China Taipei (2004) e Brasil (2008). A Seleção Brasileira tem quatro conquistas, enquanto os espanhóis ganharam duas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil confia em manter hegemonia

Das Agências

01/11/2012 | 06:39


Outra vez o Brasil inicia a Copa do Mundo de Futsal como favorito ao título. Dono de quatro conquistas desde que a competição passou a ser organizada pela Fifa - são seis troféus no total - o time canarinho tem na Espanha, campeã em 2000 e 2004, seu principal rival na Tailândia. Rússia e Itália também entram na disputa com boas chances de surpreender. A Seleção Brasileira estreia contra o Japão, às 12h de hoje, em Nakhon Ratchasima.

Apesar de não possuir tradição na modalidade, os japoneses estão evoluindo e arrancaram empate por 3 a 3 com a Seleção Brasileira em amistoso. Aos 45 anos, ex-jogador de futebol Kazu, que no Brasil jogou por Santos e Coritiba, integra o elenco do time asiático.

Em sua última Copa do Mundo, o experiente ala Falcão, 35 anos, continua sendo o principal nome do time brasileiro, mas agora divide a responsabilidade com o também ala Vinicius, escolhido pelo técnico Marcos Soratto para ser o capitão da Seleção.

"Chego feliz com o que está acontecendo na minha vida. Depois de ter me recuperado de lesão no joelho é uma satisfação poder, com quase 35 anos, ter minha última oportunidade de conquistar o título mais importante de um atleta do futsal. Quando você tem essa chance, a motivação é máxima e a vontade maior ainda", confessou Vinicius.

Além da Seleção Brasileira, outros 15 atletas nascidos no País estarão espalhados pelas seleções da Rússia - que conta com Vagner Kaetano, o Pula, artilheiro do Mundial do Brasil (2008) - Itália, Austrália e até mesmo a Espanha, que terá a dupla Fernandão e Alemão.

 

NOVIDADES
Pela primeira vez a Copa do Mundo será disputada por 24 seleções, quatro a mais do que em 2008, no Brasil. Com o intuito de difundir a modalidade em outras nações, a Fifa concedeu vaga a Panamá, Sérvia, Kuwait e Marrocos, que devem fazer papel de coadjuvantes.

As equipes serão divididas em seis grupos de quatro, sendo que os dois primeiros de cada um se classificam, além dos quatro melhores terceiros colocados somadas todas as chaves. Nos dias 11 e 12 ocorrem as oitavas de final. A decisão será no dia 18. O Brasil compõe o Grupo C, ao lado de Japão, Líbia e Portugal.

Além da estreia brasileira, a primeira rodada do Grupo C terá o duelo entre Líbia e Portugal (10h). Ainda hoje jogam Ucrânia x Paraguai (8h) e Tailândia x Costa Rica (10h) pela Chave A.

 

Ginásio da decisão ainda não está pronto

 

Principal ginásio da Copa do Mundo, a Bangkok Futsal Arena não está pronto e coloca em risco a realização da final. O local não tem quadra certificada, plano de evacuação de emergência nem câmeras de seguranças - itens obrigatórios na cartilha da Fifa.

Os jogos da primeira fase que seriam disputados no ginásio foram transferidos para outros locais. A preocupação da organização agora é com a final, marcada para o dia 18. Segunda-feira, integrantes da Fifa vão vistoriar a arena e caso necessário vão importar quadra da Itália ou da China, o que vai precisar de autorização especial da alfândega da Tailândia.

Segundo os organizadores, as fortes chuvas e inundações que atingiram o país nos últimos meses impediram a finalização da quadra. A arena, construída para 12 mil expectadores, custou US$ 40 milhões (R$ 81,1 milhões). Caso os problemas não sejam resolvidos até segunda-feira o investimento será em vão.

Esta é a sétima edição do Mundial com a chancela Fifa. O torneio já esteve na Holanda (1989), Hong Kong (1992), Espanha (1996), Guatemala (2000), China Taipei (2004) e Brasil (2008). A Seleção Brasileira tem quatro conquistas, enquanto os espanhóis ganharam duas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;