Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Opas cita recuo em casos da covid no Brasil, mas alerta que país segue em risco

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


21/04/2021 | 12:54


Diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne afirmou nesta quarta-feira, que, "após meses, o Brasil reporta queda nos casos" de covid-19. Durante entrevista coletiva virtual da entidade, porém, ela advertiu que o nível de casos segue "alarmantemente alto" e mencionou o fato de que algumas administrações estão se apressando para relaxar medidas de controle, o que pode levar a uma nova piora da pandemia no País.

Etienne disse que, na última semana, as Américas registraram 1,5 milhão de casos da doença, com quase 40 mil mortes. "Nós Estados Unidos, as infecções estão em alta, após semanas de baixas", advertiu. Segundo ela, os casos estão acelerando em Colômbia, Venezuela, Bolívia, Uruguai e Argentina, enquanto no Chile estão "em um platô".

A Opas também foi questionada sobre efeitos colaterais de vacinas, como casos de coágulos nas imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer. A entidade lembrou que esses eventos são muito raros. Carissa Etienne comentou que "todas as vacinas podem apresentar efeitos colaterais, até certo ponto", mas que foi estabelecido que os benefícios delas superam os riscos.

Diretor assistente da Opas, Jarbas Barbosa falou sobre a Iniciativa Covax de distribuição de vacinas. Segundo ele, a entidade não pode privilegiar nenhum país e manterá as entregas proporcionais entre os beneficiados. "Neste momento, temos acesso ainda muito limitado a vacinas, por causa dos produtores", lembrou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Opas cita recuo em casos da covid no Brasil, mas alerta que país segue em risco


21/04/2021 | 12:54


Diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne afirmou nesta quarta-feira, que, "após meses, o Brasil reporta queda nos casos" de covid-19. Durante entrevista coletiva virtual da entidade, porém, ela advertiu que o nível de casos segue "alarmantemente alto" e mencionou o fato de que algumas administrações estão se apressando para relaxar medidas de controle, o que pode levar a uma nova piora da pandemia no País.

Etienne disse que, na última semana, as Américas registraram 1,5 milhão de casos da doença, com quase 40 mil mortes. "Nós Estados Unidos, as infecções estão em alta, após semanas de baixas", advertiu. Segundo ela, os casos estão acelerando em Colômbia, Venezuela, Bolívia, Uruguai e Argentina, enquanto no Chile estão "em um platô".

A Opas também foi questionada sobre efeitos colaterais de vacinas, como casos de coágulos nas imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer. A entidade lembrou que esses eventos são muito raros. Carissa Etienne comentou que "todas as vacinas podem apresentar efeitos colaterais, até certo ponto", mas que foi estabelecido que os benefícios delas superam os riscos.

Diretor assistente da Opas, Jarbas Barbosa falou sobre a Iniciativa Covax de distribuição de vacinas. Segundo ele, a entidade não pode privilegiar nenhum país e manterá as entregas proporcionais entre os beneficiados. "Neste momento, temos acesso ainda muito limitado a vacinas, por causa dos produtores", lembrou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;