Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão empata com o Flu e decide vaga nas quartas em casa

Em jogo pouco inspirado, Corinthians ficou no 1 a 1 na ida das oitavas da Copa do Brasil


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

01/09/2016 | 07:00


Corinthians e Fluminense ficaram no 1 a 1 na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, ontem, no Rio de Janeiro. Sem muita inspiração, o duelo não empolgou os pouco mais de 7.000 torcedores que foram ao Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. A volta está marcada para dia 21, na Arena, em Itaquera, e o Timão joga pelo empate sem gols.

O confronto começou abaixo do esperado, com pouca ousadia. O Fluminense abusava das bolas longas, enquanto o Corinthians apostava nas saídas em contra-ataques – sem sucesso.

A alternativa passou a ser chutes de fora da área. Aos 18 minutos, Gustavo Scarpa arriscou e assustou Cássio. Aos 29, Rodriguinho também tentou, mas errou o alvo.

A partida se encaminhava de forma monótona até que o Timão tentou sair jogando rápido, perdeu a bola e o Flu conseguiu o cruzamento, aos 36. Cássio saiu mal, espalmou para o meio da área e se chocou com Gum. Marquinho, que nada tinha a ver, completou para o gol vazio – 1 a 0. O lance gerou muita reclamação, e o goleiro corintiano, alegando falta, esbravejou na saída para o intervalo.

"Foi falta em mim, o cara (Gum) tentou me segurar no chão. Em outros jogos, árbitros erraram em lances que não me expulsaram, não sei se é uma troca”, chiou.

Na segunda etapa, Cristóvão Borges lançou Lucca no lugar de Guilherme. Com a mexida, o Corinthians melhorou e passou a ser mais agressivo e criativo. Logo aos quatro, o atacante cobrou falta que assustou Diego Cavalieri. Aos 17, Léo Príncipe fez belo lançamento para Rodriguinho, que deslocou Cavalieri – 1 a 1.

Com o empate, o duelo esquentou, e o árbitro distribuiu cartões amarelos – um deles para Cássio por reclamação após ter sido marcada infração pelo goleiro ter ficado mais de seis segundos com a bola na mão.

Nos minutos finais, houve correria de ambos os lados, mas pouca precisão na conclusão das jogadas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Timão empata com o Flu e decide vaga nas quartas em casa

Em jogo pouco inspirado, Corinthians ficou no 1 a 1 na ida das oitavas da Copa do Brasil

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

01/09/2016 | 07:00


Corinthians e Fluminense ficaram no 1 a 1 na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, ontem, no Rio de Janeiro. Sem muita inspiração, o duelo não empolgou os pouco mais de 7.000 torcedores que foram ao Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. A volta está marcada para dia 21, na Arena, em Itaquera, e o Timão joga pelo empate sem gols.

O confronto começou abaixo do esperado, com pouca ousadia. O Fluminense abusava das bolas longas, enquanto o Corinthians apostava nas saídas em contra-ataques – sem sucesso.

A alternativa passou a ser chutes de fora da área. Aos 18 minutos, Gustavo Scarpa arriscou e assustou Cássio. Aos 29, Rodriguinho também tentou, mas errou o alvo.

A partida se encaminhava de forma monótona até que o Timão tentou sair jogando rápido, perdeu a bola e o Flu conseguiu o cruzamento, aos 36. Cássio saiu mal, espalmou para o meio da área e se chocou com Gum. Marquinho, que nada tinha a ver, completou para o gol vazio – 1 a 0. O lance gerou muita reclamação, e o goleiro corintiano, alegando falta, esbravejou na saída para o intervalo.

"Foi falta em mim, o cara (Gum) tentou me segurar no chão. Em outros jogos, árbitros erraram em lances que não me expulsaram, não sei se é uma troca”, chiou.

Na segunda etapa, Cristóvão Borges lançou Lucca no lugar de Guilherme. Com a mexida, o Corinthians melhorou e passou a ser mais agressivo e criativo. Logo aos quatro, o atacante cobrou falta que assustou Diego Cavalieri. Aos 17, Léo Príncipe fez belo lançamento para Rodriguinho, que deslocou Cavalieri – 1 a 1.

Com o empate, o duelo esquentou, e o árbitro distribuiu cartões amarelos – um deles para Cássio por reclamação após ter sido marcada infração pelo goleiro ter ficado mais de seis segundos com a bola na mão.

Nos minutos finais, houve correria de ambos os lados, mas pouca precisão na conclusão das jogadas. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;