Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras faz lição de casa

Apesar da dificuldade no início, vitória deixa vaga nas quartas da Copa do Brasil bem encaminhada


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

01/09/2016 | 07:00


Não foi a atuação que a torcida esperava, longe disso, mas o Palmeiras fez o que se esperava e abriu boa vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil ao fazer 3 a 0 no Botafogo-PB, ontem, no Allianz Parque.

O jogo de volta será dia 21, em João Pessoa, e o Verdão pode perder por até dois gols de diferença para avançar. Caso marque na casa do adversário, a derrota pode ser de até três gols.

No primeiro tempo foi difícil saber se o Palmeiras se apequenou ou o Botafogo-PB se agigantou, mas a verdade é que os anfitriões foram melhores. Marcando com eficiência e saindo em bloco para o contra-ataque, os paraibanos puseram o goleiro Jaílson pelo menos duas vezes em apuros.

Mesmo tendo dito que poderia poupar titulares, Cuca usou praticamente força máxima, mas perdeu Moisés, ainda no primeiro tempo, por lesão.

Percebendo a ineficiência de Cleiton Xavier, Cuca voltou com Alione na armação. O time melhorou, mas tinha dificuldade para superar a marcação.

A situação do Palmeiras começou a mudar aos 12, quando Rafael Marques foi derrubado no limite da grande área e o árbitro marcou pênalti, convertido com tranquilidade por Jean.

O gol desestabilizou o Botafogo-PB, que mantinha a proposta de agredir o adversário. Em contra-ataque, aos 17, Dudu encontrou Rafael Marques, que se livrou da marcação e tirou do alcance de Michel Alves: 2 a 0.

Entregue, o Botafogo-PB não tinha a mesma força. Do outro lado, motivado, o Verdão tratou de praticamente liquidar a fatura. Aos 35, Tchê Tchê limpou a marcação e fez belo gol, dando números finais ao duelo.

AROUCA

O Palmeiras defendeu o volante, flagrado no exame antidoping. “Conduta é médica, justificada, não é doping”, disse o médico do clube, Rubens Sampaio, alegando que o resultado positivo é decorrente de infiltração que Arouca foi submetido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras faz lição de casa

Apesar da dificuldade no início, vitória deixa vaga nas quartas da Copa do Brasil bem encaminhada

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

01/09/2016 | 07:00


Não foi a atuação que a torcida esperava, longe disso, mas o Palmeiras fez o que se esperava e abriu boa vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil ao fazer 3 a 0 no Botafogo-PB, ontem, no Allianz Parque.

O jogo de volta será dia 21, em João Pessoa, e o Verdão pode perder por até dois gols de diferença para avançar. Caso marque na casa do adversário, a derrota pode ser de até três gols.

No primeiro tempo foi difícil saber se o Palmeiras se apequenou ou o Botafogo-PB se agigantou, mas a verdade é que os anfitriões foram melhores. Marcando com eficiência e saindo em bloco para o contra-ataque, os paraibanos puseram o goleiro Jaílson pelo menos duas vezes em apuros.

Mesmo tendo dito que poderia poupar titulares, Cuca usou praticamente força máxima, mas perdeu Moisés, ainda no primeiro tempo, por lesão.

Percebendo a ineficiência de Cleiton Xavier, Cuca voltou com Alione na armação. O time melhorou, mas tinha dificuldade para superar a marcação.

A situação do Palmeiras começou a mudar aos 12, quando Rafael Marques foi derrubado no limite da grande área e o árbitro marcou pênalti, convertido com tranquilidade por Jean.

O gol desestabilizou o Botafogo-PB, que mantinha a proposta de agredir o adversário. Em contra-ataque, aos 17, Dudu encontrou Rafael Marques, que se livrou da marcação e tirou do alcance de Michel Alves: 2 a 0.

Entregue, o Botafogo-PB não tinha a mesma força. Do outro lado, motivado, o Verdão tratou de praticamente liquidar a fatura. Aos 35, Tchê Tchê limpou a marcação e fez belo gol, dando números finais ao duelo.

AROUCA

O Palmeiras defendeu o volante, flagrado no exame antidoping. “Conduta é médica, justificada, não é doping”, disse o médico do clube, Rubens Sampaio, alegando que o resultado positivo é decorrente de infiltração que Arouca foi submetido.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;