Fechar
Publicidade

Esportes

Publicado em quarta-feira, 7 de agosto de 2013 às 06:50 Histórico

Com Ronaldinho, Atlético-MG joga em busca da reação

O Atlético-MG tem uma pedreira pela frente nesta quarta-feira, pela 12ª rodada do Brasileirão. Caso queira deixar a zona de rebaixamento da competição, além de acabar com a sequência de três derrotas, o time mineiro terá obrigatoriamente que derrotar o líder Botafogo no Estádio Independência, a partir das 21h50, em Belo Horizonte.

A equipe mineira venceu apenas três das dez partidas disputadas neste ano pelo Brasileirão e já sofreu seis derrotas, mesmo número de toda a edição passada da competição. Além disso, perdeu os três jogos que fez desde que foi campeão da Libertadores, num claro sinal de relaxamento após a conquista do título inédito.

Mas, mesmo diante desse cenário complicado, que o deixou na zona de rebaixamento - está com 10 pontos -, o time está confiante, principalmente porque nesta quarta-feira retorna a campo a maior parte dos jogadores considerados titulares. A única ausência certa é Bernard, que estuda proposta do Shakhtar Donetsk e viajou para a Ucrânia.

"O Cuca não está conseguindo montar o time. Tem sempre um ou dois desfalques", observou o atacante Jô, que, recuperado de contusão, retorna ao time. Além dele, o grupo que enfrenta o Botafogo terá a presença de Ronaldinho Gaúcho, afastado dos dois últimos compromissos por causa de uma gripe.

Para Jô, o Atlético-MG deu "uma relaxada" depois de conquistar a Libertadores e agora precisa reencontrar o caminho da vitória, porque "não dá tempo de ficar se lamentando" pelas derrotas sofridas. "A gente tem que voltar a jogar bem. Todo mundo se acostumou a ver o Atlético jogando bem", afirmou o jogador.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC