Fechar
Publicidade

Política

Publicado em sábado, 3 de agosto de 2013 às 07:00 Histórico

Mirasoft é desclassificada novamente da licitação de TI na Câmara de São Caetano

Vencedora da segunda edição da licitação de TI (Tecnologia da Informação) da Câmara de São Caetano, a Mirasoft foi desclassificada por não atender a exigências técnicas feitas no edital. A empresa também fez a melhor proposta na primeira versão do certame (fracassada) e acabou fora da disputa pelas mesmas razões.

A decisão foi tomada no dia 31 pela comissão técnica do Legislativo, após 32 horas de apresentação executada em quatro dias pela Mirasoft. A Câmara começou a concorrência em março. A partir de segunda-feira restam três dias para apresentação de recursos da desclassificada e questionamentos de outras quatro licitantes.

Caso persista a reprovação da companhia, o Legislativo deve convocar a segunda proposta mais em conta, que foi da Allbrax Consultoria em Solução de Informática com R$ 1,374 milhão por ano. A Mirasoft ofereceu R$ 799 mil anual.

O presidente da Câmara, Sidnei Bezerra da Silva, o Sidão (PSB), promove o pregão para atualizar os sistemas de informação. O edital prevê instalação de 12 softwares em 150 computadores. A atual prestadora do serviço, por meio de um contrato emergencial, é a própria Mirasoft ao custo de R$ 101 mil mensal.

Em eventual vitória da segunda colocada, o custo de operação da casa terá acréscimo de 13,36%. A previsão inicial no edital do pregão é de reajuste de 30,7%.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC