Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em sexta-feira, 29 de junho de 2012 às 07:00 Histórico

Sistema Anchieta-Imigrantes terá pedágio a R$ 21,20

Os pedágios das rodovias paulistas ficarão mais caros a partir da meia-noite de domingo. Os reajustes foram divulgados ontem pela Artesp - agência estadual que regula as estradas concessionadas - e variam entre 4,26% e 4,98%, índice definido conforme o indicador utilizado para cálculo da inflação nos últimos 12 meses.

Nas praças principais do Sistema Anchieta-Imigrantes, a tarifa passa de R$ 20,10 para R$ 21,20 e continuam sendo as mais caras do País. Nas saídas da Rodovia dos Imigrantes, o usuário pagará R$ 1,60 na praça localizada no Centro de Diadema, R$ 3 na do bairro Eldorado, e R$ 4,80 no acesso ao Batistini, em São Bernardo. Antes do aumento, a taxa era de R$ 1,40, R$ 2,80 e R$ 4,60, respectivamente.

Nas praças de pedágio das rodovias cujos contratos de concessão foram assinados em 1998 e 2000 - caso da Ecovias - foi utilizado o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), definido pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O reajuste foi de 4,26%.

RODOANEL

No Trecho Sul do Rodoanel, o pedágio passa de R$ 2,50 para 2,60 para automóveis. Motociclistas pagarão R$ 1,30. No Trecho Oeste, o valor para automóveis passa para R$ 1,50. No Sistema Anchieta-Imigrantes e no tramo Oeste do anel viário, motos são isentas do pagamento da tarifa.

Para os contratos assinados a partir de 2008 - caso da SPMar - foi utilizado o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Nesses casos, o aumento foi 4,98%.

Segundo a Artesp, os pedágios representam renda de aproximadamente R$ 5,136 milhões por dia. Ao todo, as rodovias concessionadas do Estado somam 141 praças de cobrança.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC