Fechar
Publicidade

Política

Publicado em sábado, 23 de junho de 2012 às 07:34 Histórico

Pinheiro define educadora como vice em S.Caetano

Professora licenciada da rede municipal de São Caetano, Lucia Dal'Mas foi escolhida para compor a chapa pura do PMDB com o vereador Paulo Pinheiro como pré-candidato a prefeito.

A escolha do nome foi justificada por pesquisa qualitativa encomendada pelo grupo peemedebista para identificar as prioridades para a população de São Caetano. A sondagem foi executada em pouco mais de um mês. Como Saúde e Educação se sobressaíram, o médico Pinheiro e a professora Lucia estão na chapa. Historicamente, a cidade sempre teve prefeito ou vice professor ou médico.

"Quero ser uma vice atuante na campanha e mostrar propostas para Educação e de valorização do professor", disse Lucia. Ela, que disputa sua primeira eleição, disse ter experiências passadas pelo marido Marco Antonio Dal'Mas, que exerceu a vereança na década de 1980. É contratada da Prefeitura desde 1990.

Apesar de o bloco negar, a escolha da vice representa contraponto à chapa governista de Regina Maura Zetone (PTB) e Luiz Antonio Cicaroni (PP), principal adversária do PMDB.

Durante o processo de organização e escolha do vice no grupo petebista liderado pelo prefeito José Auricchio Júnior (PTB), Pinheiro aguardou atentamente por eventuais descontentes que poderiam vir a somar a seu projeto. A vice ficou vaga para acomodar algum apoio. Nesse período, o vereador pescou apenas o apoio do PPL, que deixou o bloco de 18 partidos que apoiam Regina por falta de espaço na coligação proporcional.

Lucia ganhou preferência entre cinco nomes pré-selecionados: Robinson Castropill (sem partido), Moacyr Guirão (PMDB), Eliana Volpate (PTN) e Octávio Kahn (PPL).

Ontem, Paulo Pinheiro também anunciou o apoio do PCdoB. Até então a sigla colocava a pré-candidatura ao Executivo com o advogado Eder Xavier. O vereador disse ter tido conversas com Xavier desde a semana passada.

Moacyr Guirão ficou encarregado da coordenação da campanha majoritária e proporcional. São 37 pré-candidatos a vereador, sendo 28 do PMDB, cinco do PTN, dois do PPL e dois do PCdoB. O orçamento previsto para a campanha é de R$ 5 milhões para a chapa ao Executivo e R$ 300 mil para cada um dos pleiteantes a uma cadeira na Câmara. O PMDB realiza convenção hoje para oficializar as candidaturas.

Paulo Pinheiro voltou a criticar Auricchio durante o anúncio e disse que a escolha da chapa foi feita dentro de um grupo e "não porque uma pessoa quer". "Tem que ter experiência, passado e trajetória para ser valorizado. O povo olha isso e vota pela consciência", declarou. O peemedebista também voltou a dizer que o prefeito força pessoas a estar no grupo em troca de cargos e benefícios. A campanha foi definida pelo pré-candidato como ‘o povo contra a máquina'.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC