Fechar
Publicidade

Diarinho

Publicado em domingo, 3 de junho de 2012 às 07:00 Histórico

Um mundo melhor

Repare à sua volta. Tudo o que consumimos - do momento em que acordamos até a hora de dormir - vem da natureza; a água que a gente bebe e toma banho, os alimentos que ingere, a energia que mantém aparelhos ligados, e por aí vai. Só que, em geral, nem percebemos que todas as nossas ações provocam impactos no meio ambiente.

Hoje, a humanidade gasta 50% a mais dos recursos que a Terra é capaz de renovar. Pior: produz a mesma quantidade de resíduos. Se não mudarmos nosso comportamento logo, colocaremos a vida no planeta em perigo. Mas, calma! Somos capazes de encontrar as soluções para os problemas.

É por isso que de 13 a 22 de junho vai acontecer a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro. Ouviu falar? Apelidada de Rio+20, a iniciativa reunirá governantes, cientistas, ONGs (Organizações Não Governamentais), famosos, empresários, jornalistas e gente comum para discutir o futuro que queremos para o mundo.

"As pessoas sempre se preocupam após os acontecimentos ruins. Falam que a culpa é só do governo. Todos têm de se conscientizar. Se mudarem as atitudes dá para salvar a Terra", diz Acauan Ricardo Figueiredo, 10 anos, do Grupo Fênix de Educação, em São Caetano.

Incentivados pela professora, os alunos da Escola Estadual Oito de Abril, de Santo André, cumpriram o desafio de descobrir a importância da super-reunião. Após pesquisa, a turma se surpreendeu com os assuntos que serão tratados lá. Giovanna Pereira Campelo, 11, separa o lixo reciclável e toma banho rapidinho. No entanto, após conhecer a Rio+20 e a situação do planeta, acredita que precisa fazer mais. E você?

 

Rio+20 acontece 20 anos após Eco-92

A Rio+20 não é a primeira conferência (reunião para falar sobre algo importante e do interesse de todos) para discutir o comportamento do homem em relação à natureza e o que acontecerá no futuro. Na realidade, é chamada assim porque acontece 20 anos após outro evento histórico: a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, mais conhecida como Rio-92 ou Eco-92.

Realizada no Rio de Janeiro, foi a maior iniciativa feita até então para debater o crescimento da economia e da sociedade sem destruir os recursos naturais. Despertou a atenção de muita gente, que antes nem se preocupava com o assunto. A partir do superencontro foram criados documentos, como a Agenda 21, plano sobre como países devem agir para solucionar problemas sociais e ambientais, e a Carta da Terra, com princípios para construir um planeta melhor, justo e pacífico.Na Rio+20 espera-se avaliar o que já foi feito e realizar nova discussão para saber o que devemos melhorar.

O que é sustentabilidade?

Mas, afinal, o que é a tal sustentabilidade de que os adultos tanto falam? Desenvolvimento sustentável é aquele que garante acesso aos recursos naturais da Terra de maneira igual a todos os habitantes e sem impedir o mesmo às futuras gerações. É como se o mundo fosse um quarto e cada um tivesse de se esforçar para deixá-lo sempre arrumado.

Parece fácil, certo? Mas não é. A maneira como a maior parte da humanidade se comporta não tem ajudado a atingir o objetivo. Se consumíssemos em exagero como os países mais ricos, seriam necessários três planetas para dar conta.

É por isso que, hoje, discute-se a economia verde. Significa modo de produzir todas as coisas – desde alimentos e energia até brinquedos, roupas, casas, carros – causando menos impactos negativos no meio ambiente. Também tem o desafio de gerar ganhos e, ao mesmo tempo, acabar com a pobreza, possibilitando que todos tenham o mesmo padrão de vida.

 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC