Publicado em sábado, 28 de abril de 2012 às 07:07

Espetáculos na telona


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

Sessões de óperas e balés não estão mais restritas ao teatro. Grandes espetáculos dos gêneros agora podem ser acompanhados nas salas de cinema. Os diversos filmes em cartaz passaram a dividir espaço com montagens clássicas encenadas na Europa.

O projeto é da rede Cinemark, que tem trazido para algumas de suas salas sessões do The Royal Opera House, tradicional casa de espetáculos de Londres. Nesta temporada, obras como as óperas 'Tosca', de Giacomo Puccini, e 'Cendrillon (Cinderella)', de Jules Massenet, e as coreografias 'Giselle', de Marius Petipa, e 'Romeu e Julieta', assinada por Kenneth MacMillan, já chegaram às telonas. Todas contam com legenda em português.

"Tem de tudo. Há desde apresentações com estilo mais tradicional até performances de teatro moderno", diz Marcel Gottlieb, engenheiro apaixonado por óperas que tem prestado assessoria ao projeto. "As pessoas acham que é algo chato e monótono porque não se atualizou. Com as reformulações é possível mudar essas opiniões e, por meio do cinema, os shows conseguem atingir uma população que normalmente não atingiria."

No Grande ABC, quem traz as apresentações é o multiplex do ParkShopping São Caetano (Alameda Terracota, 545. Tel.: 4233-8294). Nesta semana, a atração é o musical italiano 'Così Fan Tutte', de Mozart e Da Ponte. As exibições ocorrem hoje, às 14h, amanhã, às 18h, e na quinta-feira, a partir das 19h. Os ingressos custam R$ 60.

O espetáculo dirigido por Jonathan Miller retoma o conto original do século 18 com elementos comuns à contemporaneidade. A música é a mesma, mas o apelo visual e contexto foram alterados. A história foca aposta de um velho com dois amigos que viajam deixando suas namoradas para trás. Ao retornar, a dupla, agora irreconhecível após ter adotado estilo punk, irá confundir as garotas em jogo de sedução. A sessão dura duas horas e 13 minutos (com intervalos).

As apresentações são gravadas especialmente para serem divulgadas nos cinemas. Diversas câmeras são espalhadas pelo The Royal Opera House para que detalhes cheguem aos olhos do público. "Indo ao teatro, você assiste a tudo de longe. Os filmes colocam o artista em um xeque muito maior. Se antes bastava apenas ter uma grande voz, hoje ele também precisa interpretar", afirma Gottlieb.

A temporada será encerrada em maio com as óperas 'Il Trittico' (dias 12, 13 e 15) e a versão cantada do clássico 'Macbeth' (26, 27 e 29). A experiência pode não ser a mesma, mas não deixa de abrir possibilidades para o contato com a arte.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,031s, Render: 0,164s.