Publicado em terça-feira, 24 de abril de 2012 às 19:12

Ramires exalta reação do Chelsea e lamenta suspensão

Pouco antes do final do primeiro tempo da partida entre Barcelona e Chelsea, nesta terça-feira, no Camp Nou, o placar apontava vitória do time catalão por 2 a 0. O resultado eliminava os ingleses, que estavam com um jogador a menos - John Terry havia sido expulso -, nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Mesmo com o cenário adverso e atuando diante da melhor equipe do futebol mundial, o time londrino conseguiu a reação, empatou por 2 a 2 e avançou à decisão.

"Acho que os méritos são da equipe, que não se abateu quando tomou os gols e logo correu para diminuir. Acho que o time todo está de parabéns pelo que fez hoje (terça)", comentou o brasileiro Ramires, em entrevista à ESPN Brasil. "Colocaram que íamos tomar um chocolate do Barça, mas provamos o contrário. Vencemos em casa e empatamos fora, então sequer perdemos um jogo para eles. Isso deixa os jogadores motivados e felizes pelo que apresentamos. Muita gente não acreditava e sabemos quem torceu e acreditou de verdade. E os jogadores, mais do que ninguém, acreditaram", completou.

Apesar da felicidade pela vaga e pelo gol marcado, o primeiro do Chelsea, que já garantia a vaga à equipe, Ramires lamentou o terceiro cartão amarelo recebido. Suspenso, ele não estará em campo no dia 19 de maio, em Munique, na decisão diante de Bayern de Munique ou Real Madrid - as equipes se enfrentam nesta quarta pelas semifinais e o Bayern leva vantagem por ter vencido na ida por 2 a 1.

"É difícil, a ficha ainda não caiu. Estou tão contente que não caiu a ficha sequer de que passamos. Mas claro que fico chateado de não ir para a final. Acho que Deus sabe o que faz. Se não era para eu disputar, não vou disputar. Mas o que importa é que passamos, é isso que vale", comentou. "Nosso time é muito bom, com grandes jogadores. Estarei na torcida, bastante nervoso, mas o importante vai ser apoiar os companheiros que vão entrar para terem tranquilidade de jogar a final", completou.

Autor do gol que selou o empate em 2 a 2, nos acréscimos do segundo tempo, Fernando Torres também celebrou a vaga na decisão. O espanhol já havia admitido a superioridade do Barcelona antes do confronto e, após a partida, comentou: "Nem sempre o favorito, a melhor equipe, é quem ganha. Sabíamos que precisávamos marcar muito o Barcelona. Não é o jeito mais bonito, mas são nossas armas", avaliou.

Boa parte desta grande campanha do Chelsea na Liga dos Campeões pode ser creditada ao técnico Roberto Di Matteo. Ele assumiu a equipe interinamente no início de março, com a demissão de André Villas-Boas, e conseguiu transformar um grupo desacreditado, cheio de problemas internos, em finalista da principal competição europeia.

Após a partida desta terça, o treinador se disse "orgulhoso" de seus comandados. "Foi uma noite incrível para nós. A qualidade e os jogadores do Barcelona só nos deram mais motivação. Os jogadores souberam a hora de defender, de serem organizados, e se esforçaram muito nos dois jogos. Estou muito orgulhoso deles pelo que fizeram no confronto", declarou Di Matteo.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,055s, Render: 0,04s.