Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Estrangeiros atingem valores de seis dígitos



17/04/2018 | 07:40


Os setores Geral e Repertório, situados no segundo andar do pavilhão, eram os que geraram algumas das grandes transações da feira.

Dividindo os corredores principais, havia lado a lado galerias como neugerriemschneider - com Ai Weiwei, Olafur Eliasson e Andreas Eriksson -, David Zwirner - de Wolfgang Tillmans, Dan Flavin e Donald Judd -, Continua - de Michelangelo Pistoletto - e a brasileira Luisa Strina, todas focos dos colecionadores que poderiam gastar em trabalhos, em reais, com mais de seis dígitos.

Mais isolados, no Repertório, destacavam-se a gigante Marian Goodman, com peças de Christian Boltanski, e nacionais, como a Almeida e Dale, exibindo Ione Saldanha.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados