Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ana Beatriz Nogueira revela como o tema da corrupção será tratado em Malhação - Vidas Brasileiras



08/03/2018 | 15:11


Após viver a divertida Néia, mãe do personagem de Rafael Vitti em Rock Story, Ana Beatriz Nogueira está pronta para novamente estar em contato com o público jovem, interpretando mais uma vez uma mãe de adolescente em Malhação - Vidas Brasileiras. Em entrevista, a atriz comparou os dois papeis recentes:

- A cada trabalho a gente descobre que mãe é aquela. Depende da história, do autor, da época da sua vida. No caso de Rock Story, era uma comédia, uma mãe muito animada, muito doida, muito apaixonada por aqueles filhos. Agora, em Malhação, estou tentando fazer uma mãe que gosta da filha, mas não tem muita vocação para a maternidade.

Na nova temporada, ela interpreta Isadora Mantovani, uma mulher que vê seu mundo cair quando seu marido Eduardo, vivido por Edson Celulari, é preso acusado de corrupção. Ana conta como o tema, tão sensível na vida dos brasileiros, será tratado através de sua personagem:

- A Isadora está completamente atordoada porque o marido é preso por corrupção e ela se dá conta de que não faz ideia do mundo em que vive. É uma mulher que se vê perdida. Acho que ela nunca parou para se perguntar de onde vinha tanto dinheiro.

Queridinha de vários autores de novela, a atriz pode trabalhar com um nome que ainda não teve a oportunidade: Aguinaldo Silva. Ela é uma das cotadas para estar na próxima novela do autor, O Sétimo Guardião:

- Por enquanto, o que sei foi o que saiu na imprensa. Há anos tenho o desejo de trabalhar com o Aguinaldo e espero realizá-lo em breve.

Ana Beatriz recentemente abriu o coração e revelou publicamente que sofre de esclerose múltipla. Na ocasião, ela demonstrou a vontade de criar um espaço virtual para falar sobre a doença, e contou um pouco mais sobre o projeto:

- Estou criando uma página no Facebook para trocar experiências. Não posso ser irresponsável e dar conselhos para ninguém, mas contar como eu me virei em algumas situações. Espero que seja uma página em que um possa tirar a dúvida do outro, que as pessoas estejam em contato, sem precisar ser comigo diretamente. Peço para que as pessoas contem coisas boas ali, por mais difícil que seja. Que deixem mensagens positivas, de coisas que descobriram que faz bem, que troquem informações e, sobretudo, escrevam sobre a doença de cada um, porque é uma doença que tem formas diferentes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados