Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Adversários em 1996, Grêmio e Independiente começam a reeditar a final da Recopa



14/02/2018 | 07:40


Campeões da Copa Sul-Americana e da Copa Libertadores na última temporada, Independiente e Grêmio começam a decidir o título da Recopa Sul-Americana nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), quando se enfrentam, por coincidência, no estádio Libertadores da América, em Buenos Aires, na Argentina, pela partida de ida.

Campeão da Sul-Americana de 2017, a equipe argentina conquistou a Recopa apenas em 1995, quando bateu os conterrâneos do Vélez Sarsfield na decisão. Na ocasião, a competição tinha outro formato e o Independiente se classificou como campeão da Supercopa da Libertadores de 1994, outro torneio já extinto da Conmebol.

No ano seguinte, o time argentino voltou a disputar a Recopa como campeão da Supercopa e enfrentou exatamente o Grêmio, que era o campeão da Libertadores de 1995. O time de Arce, Rivarola, Paulo Nunes e Jardel, e do técnico Felipão, goleou por 4 a 1 para garantir o título em Kobe, no Japão.

Mas com o formato atual, que existe desde 2003, promovendo o confronto entre campeões da Sul-Americana e Libertadores, o Independiente participou da Recopa mais uma vez, por ter conquistado o título da Sul-Americana de 2010, mas foi derrotado pelo Internacional, que contava com jogadores como D´Alessandro, Oscar, Jô, Tinga e Leandro Damião e o técnico Dorival Júnior.

DE OLHO NO GRÊMIO - O técnico do Independiente, Ariel Holan, ressaltou o poderio ofensivo do Grêmio e afirmou que estudou bem as principais armas da equipe brasileira. A principal dúvida do treinador é na lateral esquerda, com Gastón Silva e Sánchez Miño disputando uma vaga no time titular. O restante do time deve ser o mesmo que vem sendo utilizado no Campeonato Argentino, em que a equipe ocupa a sexta posição com 25 pontos em 14 jogos.

No Grêmio, o técnico Renato Gaúcho não conta com volante Ramiro, que está suspenso por ter sido expulso na final da Libertadores, além do lateral-direito Madson lesionado. A tendência é que Léo Moura seja confirmado na lateral e Alisson assuma a vaga no meio de campo.

A principal preocupação do Grêmio é com o ritmo de jogo, já que os jogadores retornaram aos trabalhos normais mais tarde do que o restante dos clubes brasileiros por terem disputado o Mundial de Clubes da Fifa em dezembro do ano passado. Como o Independiente já está em plena disputa da temporada argentina, a questão física pode pesar a favor do adversário.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados