Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mocidade expõe cultura indiana à brasileira na Sapucaí

Reprodução/Instagram  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/02/2018 | 08:53


Atual campeã do carnaval, após dividir o título de 2017 com a Portela, a Mocidade Independente de Padre Miguel foi a sétima e última escola a desfilar na primeira noite de exibições das agremiações de elite no sambódromo do Rio de Janeiro. A escola discorreu sobre a Índia e destacou elementos típicos daquele país que chegaram ao Brasil e se tornaram famosas aqui, como frutas e animais. O desfile criado pelo carnavalesco Alexandre Louzada foi didático, mas menos luxuoso e criativo do que Vila Isabel e Mangueira, outras agremiações que desfilaram nesta primeira noite de exibições.

A Mocidade começou fazendo referência aos deuses e à religiosidade do povo da Índia. Depois tratou da primeira referência ao Brasil, logo no descobrimento: segundo a história oficial, as caravelas portuguesas procuravam um caminho para as Índias quando chegaram à nova terra - daí os habitantes terem sido chamados de índios.

Em seguida foram narradas lendas brasileiras, e depois começou uma sequência de frutos trazidos da Índia para o Brasil: banana, coco, manga, jaca e tamarindo, além de pimenta e outros temperos. As alas seguintes trataram do boi - a raça zebu, espécie mais difundida no Brasil, também veio da Índia. Nas últimas alas e no derradeiro carro alegórico, a religiosidade voltou à cena. A escola pode voltar no desfile das campeãs, mas dificilmente conquistará o bicampeonato.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados