Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Presidente da Turquia ameaça expulsar milícias curdas de Afrin, na Síria



13/01/2018 | 21:23


O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o país irá expulsar as milícias curdas de Afrin, norte da Síria, enquanto militares bombardeavam a área do outro lado da fronteira.

Em pronunciamento neste sábado na província de Elazig, Erdogan ameaçou as Unidades de Proteção Popular (YPG, em curdo), dizendo que a Turquia irá intervir caso os "terroristas em Afrin não se rendam".

A Turquia considera as YPG um grupo terrorista e uma extensão dos insurgentes curdos dentro de suas próprias fronteiras. Militares turcos entraram em Idlib, região dominada por rebeldes, em outubro para monitorar a área, mas agora parecem estar mais concentrados na fronteira de Afrin.

Erdogan tem repetido que os turcos não vão permitir que militantes curdos formem um "corredor do terror" no norte da Síria.

A média turca noticiou neste sábado que o militares tem derrotado posições do YPG em Afrin do lado da fronteira turca. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados