Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Reformulado, Sto.André pega o ABC-RN

Time mudou bastante nas últimas semanas e espera superar desentrosamento com vontade


Anderson Fattori

03/01/2018 | 07:00


Antes de encarar o ABC-RN, hoje, às 16h, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, na estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Santo André teve de superar a falta de tempo para remontar o time, trabalho que começou em outubro, quando foi eliminado do Paulista Sub-20 na primeira fase. Mais da metade do elenco estourou o limite de 20 anos para poder disputar a Copinha e a missão foi buscar jogadores para compor o elenco – esse foi um dos motivos da troca no comando da base do clube, com a demissão de Ari Mantovani e a efetivação de Reinaldo Oliveira no lugar.

Jogadores importantes, como o goleiro Júlio Silva, o zagueiro Gabriel Batista e o atacante Matheus Santiago, por exemplo, foram promovidos ao profissional. Outros, como o zagueiro Marcão, o lateral Pedro e o volante Matheus Damião, todos com 20 anos completos, não podem ser usados.

Entre os jogadores que chegaram recentemente está o meia Douglas, que jogou pelo América de Rio Preto a Segunda Divisão do Paulista, campeonato que mescla profissionais e amadores. Ele é um dos mais experientes do elenco e tentar ajudar os mais novos nessa reconstrução. “Procuro passar algumas coisas para os mais novos. Temos de manter o foco desde o primeiro minutos. São três jogos para conseguir a classificação”, comentou ele, lembrando que o anfitrião Nacional e o São Paulo-AP, que fazem a preliminar hoje, às 14h, também compõem o Grupo 31 da Copinha.

Além de jogadores, o Santo André teve de recorrer a novo treinador, já que, além de coordenador, Ari Mantovani também era o técnico. O escolhido foi José Carlos Palhavam, que espera dar padrão e fazer o time superar o desentrosamento. “É a nossa Copa do Mundo. A grande oportunidade para todos nós. Grupo foi reformulado, alguns estiveram no Campeonato Paulista, outros chegaram agora. Espero que eles consigam desenvolver e aproveitar a oportunidade.”

O ABC-RN é desconhecido, por isso o técnico aposta no fator emocional para que o Ramalhinho entre ligado em campo. “Procuramos algo na internet, mas não temos muitas informações”, assumiu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados