Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Ano cheio de surpresas

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Entre altos e baixos, D+ relembra personagens e momentos de 2017


Luís Felipe Soares

31/12/2017 | 07:10


Mais um ano chega ao fim e, entre altos e baixos, muita coisa aconteceu em 2017. Áreas como música, cinema, esportes, games e internet tiveram destaque e o D+, na última edição do ano, passeia atrás de momentos e personagens que surpreenderam os jovens, pronto para jogar tudo bem na sua cara.

Montar uma retrospectiva é ir além de lembranças. É buscar quem se destacou, ideias que incentivaram pessoas, períodos tristes capazes de ensinar, analisar manias que vieram (e quase nunca pegam) e manter vivas lições importantes que apareceram ao longo dos últimos 365 dias.

Felipe Neto teve essa luz e aproveitou para se reinventar. Após ganhar notoriedade no YouTube, deixar o estrelato para se dedicar aos negócios e recordar a trajetória no teatro, o carioca voltou a produzir conteúdo para a plataforma de vídeos. Hoje, o canal que leva seu nome (www.youtube.com/felipeneto) fecha o ano com 17,3 milhões de inscritos, salto de mais de 10 milhões em relação ao que tinha no início de 2017. As comemorações que o levam a pintar o cabelo de cores diferentes influenciam os jovens.

A temporada também teve campo para que Vinícius Júnior, do Flamengo, surgisse como revelação do futebol. Ele não é muito conhecido do público – na verdade, é pouco aproveitado pelo próprio time –, mas chamou a atenção do Real Madrid (Espanha), que já pagou cerca de R$ 154 milhões para contar com o atacante a partir de 2018. Mais rápidos que sua ascensão só os giros dos spinners, deixados de lado no segundo semestre.

O encerramento deste ciclo não pode se esquecer do sentimento de solidariedade. Esse espírito veio à tona durante atentados terroristas (incluindo um logo após show da cantora Ariana Grande no Reino Unido), quando diversos casos de assédio foram revelados no meio do entretenimento e quando a diversidade puxada por Pabllo Vittar ganhou espaço na mídia. Foi um ano para se pensar, uma vez que a vida é trem bala e a gente é só passageiro prestes a partir.

Anitta dá seu ''''''''Xeque-Mate''''''''

O maior projeto da carreira de Anitta – até agora – foi apresentado nesta temporada. Chamado de Xeque-Mate, revelou aos fãs uma música e um clipe novos todos os meses entre agosto e dezembro. Entre trechos de canções jogadas on-line e imagens de gravações vazadas, a cantora carioca emendou hits que agitaram as playlists dos fãs e das baladas, casos de Will I See You e Is That For Me, estas duas também marcando o investimento da popstar no mercado internacional.

Lançado no dia 18, o single Vai Malandra fez Anitta aparecer pela primeira vez no top 10 do ranking Social 50, da revista norte-americana Bilboard.

Netflix puxa discussão como seriado ''''''''13 Reasons Why''''''''

Questões um tanto quanto delicadas do universo adolescente foram trazidas à tona pelo seriado 13 Reasons Why (Os Treze Porquês, em português). Adaptação de livro homônimo do escritor norte-americano Jay Asher, o projeto assinado pela Netflix chamou atenção por tratar de motivos, consequências e reflexos do bullying e suicídio. Apesar de os assuntos poderem ser chamados de pesados, público e crítica entenderam a ideia do projeto e fizeram do programa um dos grandes sucessos da temporada.

Na trama, Clay (Dylan Minnette) recebe caixa com fitas enviadas por Hannah, amiga que acabou de se matar. As histórias presentes listam as razões que a levaram ao ato extremo e revela como toda uma turma de jovens se envolve no caso.

A ótima recepção deu carta branca para que a Netflix movimentasse preparações para a segunda temporada. Os novos episódios já foram gravados, mas ainda não há data prevista para a estreia dos capítulos inéditos, com os fãs torcendo para que seja em 2018.

Heróis e terror tomam conta do cinema

As telonas foram tomadas por super-heróis. A temporada contou com seis grandes lançamentos da categoria, dando ainda mais munição para o público discutir suas preferências entre DC e Marvel Comics. Houve espaço para encerramento de ciclos (Logan) e aventuras em grupo (caso de Guardiões da Galáxia Vol. 2), mas os maiores holofotes ficaram voltados para Mulher-Maravilha, em seu primeiro conto solo. A história interessante e o carisma da atriz Gal Gadot são ingredientes para o sucesso do longa, cuja sequência chega em 1º de novembro de 2019.

O terror também agitou as salas, muito puxado pelo sucesso de It – A Coisa, adaptação de livro homônimo do escritor Stephen King. É no ódio do palhaço Pennywise por um grupo de crianças que o público mundial lotou as salas, com o filme arrecadando US$ 698 milhões, a maior quantia já registrada para uma produção do gênero.

Novo ''''''''Zelda'''''''' se consagra

O retorno da franquia Zelda não poderia ser melhor. Considerada uma das maiores e mais queridas sagas dos videogames, a criação da Nintendo sempre surpreende com seus títulos ao longo de mais de 30 anos. A chegada do novo console da empresa japonesa, o Nintendo Switch, marcou também o lançamento do aguardado The Legend of Zelda: Breath of The Wild, responsável por colocar Link em mundo aberto capaz de impressionar até mesmo os mais experientes dos gamers. Não demorou para que o jogo conquistasse a todos, fechando o ano com cerca de 4,7 milhões de unidades vendidas em todo o mundo desde março.

Breath of The Wild venceu como jogo do ano na edição deste ano do The Game Awards, maior premiação do gênero, além de levar para casa outros dois troféus. Entre altas notas de avaliações de especialistas e sua popularidade entre fãs, o título já tem lugar garantido na história.

Mundo virtual dita tendências

Grande parte das tendências e novidades nacionais e internacionais surge na internet. O crescimento das diferentes redes sociais faz com que assuntos, vídeos, imagens e distrações surjam a todo o momento, dando início a discussões e agitação por vários meios.

Talvez o maior disseminador da temporada tenha sido o Instagram. Por meio dele, a cantora norte-americana Beyoncé provou sua popularidade em 1º de fevereiro, quando postou foto anunciando sua gravidez de gêmeos. A foto foi a que mais teve curtidas (cerca de 11,2 milhões) no aplicativo. 

O Instagram também viu a consolidação dos stories entre os usuários. Há quem diga que as postagens rápidas tenham complicado a vida de outros sites, a exemplo do Snapchat.

Entre os memes em alta durante o ano, a palavra de 2017 é: ranço. Ela é capaz de descrever aquele sentimento ruim em relação a certas pessoas irritantes de diferentes maneiras. Páginas populares como Chapolin Sincero (@chapolinoficial) e Disney Ironica (@ironicadisney) apostaram no termo para fazer graça. Quem não riu pode ter se irritado, ou melhor, ficado full pistola. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados