Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Sobe para dez o número de mortes de macacos por febre amarela em SP



20/12/2017 | 13:30


O número de casos confirmados de macacos que morreram infectados pela febre amarela na capital paulista subiu de quatro para dez, segundo a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. O balanço contabiliza mortes registradas desde outubro deste ano, quando a confirmação de que a morte de um primata foi causada pelo vírus fez com que o Horto Florestal e o Parque Estadual da Cantareira, na zona norte da capital, fossem fechados.

De acordo com a pasta, foram encontrados 127 animais mortos deste outubro e houve confirmação em dez casos. Até o início deste mês, tinham sido contabilizados quatro casos confirmados e 69 mortes.

O Horto Florestal e o Parque Estadual da Cantareira, além de 13 parques municipais, estão fechados. Na zona leste, o Parque Ecológico do Tietê também teve visitação suspensa.

Em todo o Estado de São Paulo, entre julho de 2016 e novembro deste ano, foram registrados 1.734 casos de mortes ou adoecimento de macacos, dos quais 399 tiveram confirmação para a doença - 82% na região de Campinas, no interior paulista.

Neste ano, até o início desde mês, foram registrados 23 casos autóctones da doença em humanos e dez pessoas morreram, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. Na capital, não há registro de casos autóctones em humanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados