Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Os sambistas da Vila Conde


Ademir Medici

29/11/2017 | 07:00


“O trem, que saiu há cinco minutos de Rio Grande da Serra, está agora na Estação de Ribeirão Pires. Vendo o repórter com o gravador ligado, os pagodeiros do trem capricham mais”.

Da reportagem ‘Músicos se apresentam em trem da CPTM’, Diário, 13-5-2000.

I

Momento rico do 14º Congresso de História do Grande ABC, Rio Grande da Serra 2017, foi a apresentação do grupo Samba na Agulha. Legitimamente rio-grandense. E que chega ao ano 7, apontando para o ano 8, se considerarmos a sua atual formação; ou ano 17, lembrando o grupo Nova Luz, que o antecedeu.

No ano 2000 conhecemos o Nova Luz por acaso. Sábado à noite. Voltávamos de trem de Rio Grande da Serra e nos deparamos com uma batucada envolvente num dos vagões, o que rendeu uma matéria especial no Diário, edição de 13 de maio de 2000.

II

Passa o tempo. Rio Grande da Serra realiza o 7º Congresso de História do Grande ABC, em 2002. E agora, às vésperas do 14º Congresso, recebemos o e-mail de um dos batuqueiros, hoje ex-batuqueiro, Alexandre Donizete de Souza, que escreveu:

“(...) Peço a liberdade em usar seu e-mail, para mandar um grande abraço. Meu nome é Alexandre. Eu sou o violonista e líder daquele grupo de samba que tocava nos trens da CPTM. 

Você fez uma linda matéria. Vi seu e-mail no Diário, e senti no coração de mandar um grande abraço. Espero que se lembre de nós, já faz muito tempo (...).”


III

Claro que me lembrava dos músicos do trem. Respondi de imediato:

(...)“Foi uma das matérias mais lembradas aquela do trem. Obrigado por escrever. Como está o grupo? Vou tentar recuperar as fotos e voltar ao tema, com a sua colaboração. Fale dos colegas. Quem ainda toca. O que faz cada um.

Este ano haverá o 14º Congresso de História do Grande ABC, em novembro, na sua e na nossa Rio Grande da Serra. Quem sabe a gente possa promover uma apresentação de vocês, agora no Teatro Municipal de Rio Grande da Serra.”

IV

Ah, o milagre da Internet! Alexandre respondeu. O músico do ano 2000 seguia, agora, novos passos:

“(...) Vai ser uma honra estar com vocês. As coisas mudaram muito. Alguns tomaram outros rumos, inclusive eu.

Tem 12 anos que parei de tocar. Fui para Igreja, e hoje me tornei um pastor evangélico. José Mario (Diguilo) tocava pandeiro, está na igreja. Antonio Carlos (Dama) tocava repique, está na igreja. Sidnei (Vermelho) tocava banjo, está na igreja. Marcio (Kunga) tocava bateria, está na Igreja Católica. 

Quem está tocando ainda, e muito bem por sinal, é o Marcelinho do cavaco e o Nias do teclado e violão. Estão com uma nova formação, mas tenho contato com eles direto. Quando for o evento é só me ligar, vai ser um prazer enorme nos encontrar”.

V

Passamos os contatos do Alexandre ao professor Jorge Magyar, da organização do Congresso. E seguimos. Saiu o programa do congresso. Não vi o nome Nova Luz. E no sábado, 11 de novembro, na primeira fileira do Teatro Municipal de Rio Grande ABC, eu acompanho com interesse a apresentação do grupo Samba na Agulha. Não faço qualquer ligação com os músicos do trem.

Então cai a ficha. A raiz é a mesma de 17 anos atrás. O Agulha está forte. Os moços de Rio Grande da Serra tocam nas principais casas de São Paulo e Grande ABC. Acompanham artistas. E se preparam para lançar um álbum musical em 2018, com a força de uma nova música, apresentada durante o 14º Congresso: Aliança.

Brinco com eles nos corredores do teatro: quando vocês forem famosos, vou ser seu empresário.

NOTAS

1 – Vamos pedir à jornalista Cecília Del Gesso que coloque a reportagem de 2000 no Face-book da Memória, retornando ao trem da CPTM do ano 2000.

2 – Contratem o grupo Samba na Agulha. Contatos para shows: 9-9742-5989 (Nias); 9-7350-2439 (Antonio Carlos).

(*) E olha que eu ainda não sou empresário deles.

Diário há 30 anos

Domingo, 29 de novembro de 1987 - ano 30, edição 6612

MANCHETE – Presidentes latino-americanos encerram reunião pedindo solução para a dívida externa.


Hoje

Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino. Lembra a assembleia geral da ONU realizada neste dia, em 1947, e presidida pelo brasileiro Oswaldo Aranha, que aprovou, sem consulta aos habitantes locais, o plano que dividiu a Palestina em um estado judeu e um estado árabe.

Em 29 de novembro de...

1952 – Inaugurada a Estação Prefeito Saladino, em Santo André.

Inaugurado o Clube de Poesia de Santo André. Na presidência, Miguel Jorge Malty, da Casa Publicadora Brasileira.

1957 – Faculdade de Ciências Econômicas da Fundação Santo André é reconhecida pelo governo federal.

1996 – Linha de passageiros Santos-Jundiaí faz sua última viagem no trecho da Serra do Mar. No dia seguinte é desativada por tempo indeterminado – o que chega a 21 anos hoje.

Santos do Dia

Iluminata. Mártir. Viveu na Itália no século 4.

Brás de Véroli

Paramão

Saturnino De Toulose


Municípios Brasileiros

Celebram seus aniversários em 29 de novembro:

Em São Paulo, Promissão e Mirante do Paranapanema

No Paraná, Araruna, Laranjeiras do Sul, Mariluz, Presidente Castelo Branco, Renascença, Santa Izabel do Oeste e Vitorino

Em Santa Catarina, Chapadão do Lajeado

No Maranhão, Lago Verde

Na Bahia, Malhada

Na Paraíba, Natuba

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados