Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Suplicy fará prova de reciclagem após perder CNH por excesso de multa

Jose Cruz/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/11/2017 | 15:03


O ex-senador e vereador Eduardo Suplicy (PT), de 76 anos, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por causa de multas, a maioria por excesso de velocidade, que extrapolaram o limite de 20 pontos.

Suplicy entregou a carteira de habilitação nesta segunda-feira, 27, diretamente ao diretor-presidente do Detran-SP, Maxwell Borges de Moura Vieira.

O vereador ficará até 26 de dezembro sem poder dirigir, fará curso de reciclagem online e posteriormente realizará a prova para recuperar o documento.

Em entrevista à reportagem, Eduardo Suplicy afirmou que maioria das multas foi por excesso de velocidade.

"Eu tenho que ficar mais atento para não exceder o limite de velocidade. Na pressa para chegar ao horário marcado em reuniões e compromissos, acabo excedendo o limite de velocidade. Tenho que ter maior disciplina", explicou Suplicy.

Prefeito

No início do ano, o prefeito João Doria (PSDB)teve a CNH suspensa entre 13 de janeiro e 12 de março após ultrapassar 20 pontos na carteira.

Doria realizou o curso de reciclagem e fez o exame em junho, no prédio do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) na Sé, região central da capital paulista.

"Fiz questão absoluta de passar pelo rito normal, não pedi facilidades, nada que não fosse igualzinho a todas as demais pessoas", disse o prefeito. "A data foi marcada pelo Detran, cheguei no horário e cumpri a minha missão como cidadão", disse Doria.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados