Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Paulo Teixeira inverte a chapa ao Estado


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

25/11/2017 | 07:00


Enquanto o ex-prefeito de São Bernardo e presidente estadual do PT, Luiz Marinho, faz os últimos preparativos para o lançamento de sua pré-candidatura ao governo do Estado, há gente dentro do PT que não considera seu projeto eleitoral pacificado. A Folha de S.Paulo mostrou que o deputado federal Paulo Teixeira tenta convencer lideranças da legenda a mudar a chapa na corrida estadual. Para ele, a melhor estratégia é apostar no ex-prefeito da Capital Fernando Haddad, tendo Marinho como vice. Curiosamente, na semana passada, quando houve evento do PT em Diadema com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Paulo Teixeira sondou militantes e dirigentes sobre a inversão da chapa. Ele não esconde a preocupação com o fato de Marinho ainda não decolar nas pesquisas de intenções de voto. E outro fato bastante curioso: Paulo Teixeira é irmão do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira, de São Bernardo, que dentro do petismo da cidade é considerado candidato natural do partido em 2020 à Prefeitura.

BASTIDORES

Mea-culpa e desafio
O vereador Josa Queiroz, do PT de Diadema, fez mea-culpa pela baixa adesão de militantes na atividade da semana passada para celebrar os 35 anos da primeira vitória do petismo em uma eleição, realizada na Praça da Moça e com a presença do ex-presidente Lula (que não disfarçou incômodo com o pequeno contingente de pessoas). “Foi uma falta de estratégia política nossa, do nosso partido, por conta do feriado, do período”. Mas Josa fez questão de alfinetar o prefeito Lauro Michels (PV), rival do PT na cidade, e que ironizou o baixo público em grupos de WhatsApp. “Mas como o prefeito é fanfarrão, gostaria de fazer um desafio para ele, um cara que não consegue nem levar os cabos eleitorais dele que ocupam cargos em comissão para os eventos da Prefeitura. Queria convidar o prefeito Lauro, que se julga o suprassumo e a grande inovação política, para que ele convocasse um ato em praça pública para prestar contas do seu governo. Fica aqui o desafio.”

Organização
Vereadores de Santo André não esconderam o descontentamento ao ver assessores de gabinete da Prefeitura organizando o aparato policial que se encontrou em frente à Câmara na sessão de quinta-feira. Ao menos seis auxiliares comissionados estavam orientando GCM (Guarda Civil Municipal) e PM (Polícia Militar). Curiosamente, toda essa movimentação de cuidado do patrimônio ocorreu porque a maioria das manifestações previstas para quinta-feira iria questionar ações do governo de Paulo Serra (PSDB).

Título a Bolsonaro
Dois vereadores de Santo André confirmaram publicamente que votarão contra o projeto de lei do parlamentar Sargento Lobo (SD) para conceder título de cidadão andreense ao deputado federal Jair Bolsonaro, possível presidenciável pelo Patriotas no ano que vem. Bete Siraque (PT) e Eduardo Leite (PT) declararam serem contrários à concessão da honraria ao deputado. Na quinta-feira, grupo de moradores usou a tribuna para também contestar a proposta de Lobo – um dos manifestantes discutiu fortemente com o vereador.

Tucano e petista
O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB), publicou vídeo ao lado do deputado federal Andrés Sanchez (PT) no qual tece diversos elogios ao petista e pede que sejam realizadas ações do Corinthians (Andrés é ex-presidente do clube) na cidade. O comentário no meio político do município foi de inquietação, uma vez que a última vez que Maranhão se aproximou do PT quase foi expulso do PSDB. Em 2014, o prefeito de Rio Grande declarou voto na então presidente da República, Dilma Rousseff (PT), dizendo, inclusive, que seu coração era vermelho. Foi parar no conselho de ética do tucanato e salvo na última hora.

Locação de veículos
A Câmara de São Bernardo reabriu a licitação para contratação de locadora de carros que ficarão à disposição dos vereadores. Pequenas modificações no edital foram promovidas e a concorrência voltou para a rua. A previsão é de gastar cerca de R$ 710 mil por ano com o serviço. O vencedor deve ser conhecido no dia 7. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados