Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Pratos de família

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em Santo André desde 1964, o Rosa’s Churrascaria tem freguesia de longa data


Vanessa Soares Oliveira

23/11/2017 | 07:00


 É fácil perceber quando algo é feito com paixão, ainda mais quando se trata de gastronomia. É impressionante como a felicidade em fazer aquilo que se acredita sobressai no sabor da comida. No Rosa’s Churrascaria (Rua Natal, 285, tel.: 4972-1699), em Santo André, é assim.

O restaurante de família, inaugurado em 1964, surgiu da paixão de Mauro Rosa, 77 anos – fundador do estabelecimento junto com um irmão – em servir bem amigos, familiares e clientes que visitavam o açougue no qual trabalhava. “Desde os 10 anos meu pai era funcionário de açougue e, aos 16, comprou o dele. Então, mexeu bastante tempo com carne. Meu avô temperava carne para os amigos e para a quermesse do Aramaçan, enquanto minha avó fazia marmita que serviam na Pirelli. Então podemos dizer que sempre tivemos um pezinho na gastronomia. De tanto o pessoal perguntar porque eles não abriam um restaurante, meu pai e o irmão decidiram”, conta Mauro Rosa Jr., 46, filho do fundador e que, atualmente, é o responsável pela administração do local.

Apesar do nome, há muito tempo churrasco não é o prato mais pedido da casa. O Rosa’s é conhecido, principalmente, pelo filet mignon à parmegiana e pela salada Santa Felicidade – escarola temperada com vinagre artesanal de vinho tinto, coberta com porção de torresmo crocante. “A salada começou a ser servida em 1986. Me lembro bem. Nós fomos para Curitiba no bairro tradicional Santa Felicidade, eu era moleque. Meu pai comeu a salada, mas achou que estava amarga e disse que ia melhorar a receita. Depois de uns testes, batizou de salada Santa Felicidade, em homenagem ao bairro”. Desde então a combinação foi ganhando fama e fazendo cada vez mais sucesso, apesar de escarola não ser unanimidade. “Tem muita gente que vem aqui e fala que odeia escarola, odeia verdura, mas gosta da salada porque a gente aprendeu a tirar o sabor amargo”, explica Mauro Jr.

A qualidade dos pratos e dos produtos usados no preparo sempre foi a preocupação número um dos proprietários. O administrador conta que, apesar da crescente demanda, o processo de preparo segue a mesma linha desde o início, com produtos frescos e fabricação artesanal. “A gente fabrica tudo aqui. Não compramos nada pronto. O molho é de tomate mesmo. A maionese é daqui. Tudo fazemos no restaurante”, ressalta. Essa preocupação foi passada de pai para filho. “Uma coisa que meu pai sempre me ensinou é trabalhar com qualidade”, acrescenta.

Cardápio à la carte tem opções para todos os gostos
O menu do Rosa’s é bem variado. Quem não come carne, por exemplo, tem opção de escolher a parmegiana de berinjela, que tem surpreendido os clientes que se arriscam a prová-la. Além disso, espetos de carne para quem não fica sem a proteína, mantém a preferência por churrasco, que aparece no nome da casa. Massas fazem jus à tradição, já que os fundadores são de família italiana. Entre os pratos mais contemporâneos, o palmito na chapa com pimenta rosa vale muito o pedido (R$ 36,90 para duas pessoas).

Mas quem não conhece a casa e quer degustar o que ela oferece de melhor, pode optar pelos campeões de venda. A chance é zero de se arrepender se escolher o filet mignon à parmegiana, que serve, em média, cinco pessoas, acompanhado de arroz e fritas (pelo preço de R$ 111,90) e a salada Santa Felicidade (R$ 36,40). Para beber, a tradicional limonada na jarra, preparada na frente do cliente, fecha com chave de ouro (R$ 12,90).

O Rosa’s também possui sobremesa tradicional. Receita de família, a torta paulista mistura bolachas, creme e amendoim torrado e é servida com ou sem sorvete. E quem aprecia uma boa música ao vivo, fica a dica: às sextas e sábados na parte da noite, uma dupla sertaneja se apresenta no local.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados