Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Manoel Lopes defende caçar radares móveis


Raphael Rocha

09/11/2017 | 07:00


No mês passado, o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), anunciou o fim dos radares móveis na cidade. E o tema radar sempre esteve presente nos discursos do vereador Manoel Lopes (DEM), de Mauá. O democrata é crítico constante do aparelho, questionamento esse que subiu de tom quando o ex-prefeito Oswaldo Dias (PT) apresentou uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra uma lei que proibia a instalação desses radares em Mauá. A ideia do parlamentar mauaense é levar esse tema ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, para que todos os chefes de Executivo adotem medidas similares à de Paulo Serra.

BASTIDORES

Volta ao sindicato
Ex-prefeito de São Bernardo, o presidente paulista do PT, Luiz Marinho, escolheu o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para lançar sua pré-candidatura ao governo do Estado. Foi na entidade que Marinho deu os primeiros passos na política. O ato está marcado para o dia 1º de dezembro, às 18h. E, curiosamente, no convite para militância predominam a cor vermelha e as estrelas símbolo do petismo, diferentemente da tática adotada pela legenda em 2016, quando buscou a todo custo esconder suas marcas à população.

Adiamento
O pleno do TCE (Tribunal de Contas do Estado) adiou a análise dos recursos dos ex-prefeitos Carlos Grana (PT-Santo André) e Paulo Pinheiro (PMDB-São Caetano) contra a decisão da própria Corte em rejeitar o exercício financeiro de 2014 das duas administrações. O pedido de reexame deve voltar à discussão dos conselheiros no dia 22.

Inocentado
A Prefeitura de Ribeirão Pires revogou sindicância que apurava a conduta do ex-vereador Merisvaldo Lima Santos (PSDB), que é guarda-civil municipal concursado da cidade. O tucano era acusado de não comparecer ao trabalho e chegar atrasado para suas funções. Com a decisão, Merisvaldo foi inocentado das denúncias.

Falta de luz
Durante sessão solene na qual o ex-presidente do Santos Futebol Clube Marcelo Teixeira recebeu título de cidadão são-bernardense, a pedido do vereador Fran Silva (SD), santista fanático, acabou a luz. A interrupção de energia elétrica é constante no Paço. No começo do ano, durante uma entrevista coletiva, jornalistas tiveram de subir 18 andares de escada justamente pela ausência de luz.

Comissão revogada
Por determinação do prefeito Atila Jacomussi (PSB), comissão interna para investigar contratos da área da Saúde em Mauá foi revogada. Na semana passada, este Diário mostrou que o secretário Márcio Chaves (PSD) instituiu um grupo para analisar suspeita de irregularidades nos acordos do setor dentro da Prefeitura, sem comunicar o chefe do Executivo.

Até ele
Filho do vice-prefeito Luiz Zacarias (PTB), o vereador Lucas Zacarias (PTB) subiu à tribuna na sessão de terça-feira para criticar a secretária de Saúde, Ana Paula Peña Dias. Ele pegou carona em um discurso crítico do parlamentar Luiz Alberto (PT) para dizer que tem sido cobrado constantemente sobre o fechamento de unidades de Saúde, que passarão por reformas dentro do programa QualiSaúde. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados