Fechar
Publicidade

Política

Publicado em domingo, 13 de agosto de 2017 às 09:06 Histórico

Chance de ganhar peso

Aline Pietri/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

O prefeito paulistano João Doria (PSDB) externou o que muita gente gostaria de dizer, mas prefere esconder, provavelmente com medo de se expor: que falta espaço para nomes da região nos debates políticos e de governo nas esferas federal e estadual. Trocando em miúdos, significa que o Grande ABC não tem sido chamado para participar das principais discussões que impactam no dia a dia da população brasileira no geral, e em particular naquelas que podem envolver a região, sobretudo no que se refere às ações com foco na retomada do desenvolvimento econômico.

Aliás, o Grande ABC está entre as maiores forças econômicas do País, tem um dos principais parques fabris e desde que recebeu aqui as primeiras montadoras de veículos, nos anos de 1950, se tornou importante ferramenta para o crescimento e industrialização do Brasil. Em que pese toda a sua força produtiva, profissionais qualificados e universidades de ponta, falta à região ter representantes nas esferas decisórias. Talvez porque o peso político não esteja à altura do econômico.

Afinal, o Grande ABC de mais de 2,7 milhões de moradores tem hoje apenas quatro deputados na Assembleia Legislativa e dois na Câmara Federal. Muito pouco para uma região com um universo de cerca de 2 milhões de eleitores, mas que a cada quatro anos despeja milhares de votos em candidatos ‘forasteiros’, aqueles chamados de ‘candidatos Copa do Mundo’, que só aparecem de quatro em quatro anos. A chance para mudar esse quadro está logo aí, nas eleições de 2018.

Reportagem de hoje deste Diário mostra que o Grande ABC pode eleger até 21 deputados estaduais e 16 federais pelo novo modelo, o distritão, desde que os votos dos eleitores da região se concentrem em representantes que de fato tenham base nas sete cidades. Obviamente será impossível chegar a tanto, inclusive porque não há como garantir a quantidade de votos necessários para eleger exatamente nessa proporção. Mas a chance de a região ganhar musculatura política depende basicamente do morador/eleitor do Grande ABC.
 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC