Fechar
Publicidade

Cultura & Lazer

Publicado em segunda-feira, 17 de julho de 2017 às 07:35 Histórico

De cair o queixo

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Quando se entra pelas portas do Teatro Municipal Primeira-Dama Zulmira Jardim Teixeira, em Rio Grande da Serra, o primeiro pensamento que vem na cabeça é que todos os teatros deveriam seguir a mesma linha. Apesar de compacto, possui uma infraestrutura que deixa tantos outros para trás. É claro que temos de levar em conta que o aparelho público é novo em folha.

Inaugurado em 2016, tudo está no devido lugar. Pisos, poltronas, palco, equipamentos de luz e som, camarins, coxias, banheiros, entre outros detalhes, todos impecáveis.

Ainda no hall de entrada, é possível admirar uma linda pintura que dá vida ao local, além de possuir banheiros – masculino e feminino – adaptados para cadeirantes, limpos e bem conservados.

O espaço está bem localizado, na região central da cidade, e foi construído em cima de um complexo educacional que leva o mesmo nome e oferece vagas para cerca de 600 alunos em idade pré-escolar.

O teatro conta com 264 assentos, sendo quatro deles reforçados para obesos, e alguns espaços reservados para cadeirantes. Além disso, todas as poltronas possuem pranchetas retráteis, o que torna o lugar ideal também para seminários e palestras.

O palco é outro ponto a favor do aparelho cultural. De qualquer poltrona é possível avistar tudo com tranquilidade. Além disso, as cochias são espaçosas e dão acesso rápido e fácil aos camarins, por meio de um corredor, que fica localizado na parte posterior do palco.

Com espelhos e bancada, dois camarins possuem banheiros adaptados e chuveiro. Há ainda um terceiro, no andar superior, maior que os outros, sem banheiro, e que só é utilizado em eventos que exigem um espaço reservado maior, como formaturas, por exemplo.

Além disso, está equipado com o que há de mais moderno quando o assunto é tecnologia. Com três projetores e um sistema de som de primeira linha, tem estrutura preparada para receber todo tipo de evento, de apresentações de circo até grandes espetáculos teatrais.

Segurança também está entre as prioridades. O prédio possui quatro rotas, saídas de emergência e brigada de incêndio. O teatro não possui bilheteria e foi projetado para ser assim.

Apesar do pouco tempo de vida, o espaço já ganha fama. Prova disso é que a procura para locação tem crescido dia após dia, de acordo com Claudete Gomes, funcionária da Secretária de Cultura do município, responsável pela agenda do local. Entre as atrações que já passaram por lá estão Frank Aguiar e as peças Frozen e Peter em Fúria.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC