Fechar
Publicidade

Economia

Publicado em segunda-feira, 19 de junho de 2017 às 04:34 Histórico

Preços de casas novas sobem em 56 cidades analisadas em maio ante abril na China

O crescimento nos preços das moradias da China desacelerou levemente em maio, após mais cidades definirem políticas mais rígidas para conter a demanda. O preço médio das casas novas em 70 cidades subiu 0,7% em maio ante abril, excluindo-se as moradias subsidiadas pelo governo, segundo cálculos do Wall Street Journal a partir de dados divulgados nesta segunda-feira pelo Escritório Nacional de Estatísticas. Na comparação anual, os preços médios das casas novas subiram 9,7% em maio, de 9,9% de alta anual em abril.

O ritmo do crescimento nos preços das casas desacelerou após políticas mais restritas para compra de moradias em muitas cidades do país. O impulso perdeu fôlego em grandes cidades, mas o movimento foi mais claro nas cidades menores, em uma mostra da crescente divergência no mercado imobiliário chinês.

Os preços das casas avançaram 3,4% em Bengbu, uma cidade de tamanho médio, e subiram 2,6% em Zhanjiang, no sul do país, entre abril e maio. Entre as grandes cidades, os preços das residências em Guangzhou cresceram 0,9% na mesma comparação. Pequim e Xangai tiveram estabilidade.

Os preços de novas casas aumentaram em 56 de 70 cidades analisadas em maio ante abril, de 58 cidades em abril. Os preços das novas residências subiram em 69 cidades em maio na comparação anual, mesmo número de abril. Fonte: Dow Jones Newswires.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC