Fechar
Publicidade

Internacional

Publicado em sexta-feira, 16 de junho de 2017 às 10:21 Histórico

Trump critica 'caça às bruxas' em investigações, mas diz que economia vai bem

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira em sua conta no Twitter que acontece uma "caça às bruxas" em Washington. O líder americano fala em meio a reportagens da imprensa americana de que a investigação sobre suposto conluio entre a Rússia e a campanha republicana à presidência no ano passado teria se expandido e chegaria até a Casa Branca e ao próprio Trump.

"Apesar da falsa Caça às Bruxas na América, os números da economia e de empregos estão ótimos. As regulações diminuem e os empregos e o entusiasmo avançam!", escreveu o presidente. "Após sete meses de investigações e audiências no comitê [no Legislativo] sobre meu "conluio com os russos", ninguém é capaz de mostrar nenhuma prova. Triste!", escreveu Trump em outra mensagem hoje.

O presidente americano aproveitou também para exaltar sua presença nas redes, que segundo ele gera descontentamento da imprensa tradicional. "A Mídia da Notícia Falsa odeia quando eu uso o que se tornou minha Mídia Social muito poderosa - mais de 100 milhões de pessoas! Eu posso contorná-los."

Trump ainda afirmou que é atualmente investigado pela demissão do ex-diretor do FBI James Comey pelo homem que teria recomendado a ele para que realizasse essa demissão. A investigação sobre a suposta interferência russa na eleição do ano passado nos EUA é conduzida pelo conselheiro especial Robert Mueller, ex-diretor do FBI.



Leia Mais

Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC