Fechar
Publicidade

Memória

Publicado em quinta-feira, 18 de maio de 2017 às 07:00 Histórico

No lugar do bondinho, um trenzinho...

Já não temos mais os trilhos do bondinho da Pedreira, mas neste fim de semana os bons tempos voltarão a Rio Grande da Serra e duas viagens serão feitas entre o Centro da cidade e a antiga pedreira. O passeio turístico será num trenzinho sobre rodas com capacidade para 70 pessoas.

“O município trabalha para ser reconhecido como de interesse turístico e este roteiro se insere neste esforço”, destaca Gilvan Mendonça, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turístico de Rio Grande da Serra.

Outros roteiros virão, adianta o secretário. E este, o primeiro da modalidade, percorrerá pontos históricos e turísticos importantes da cidade. O trenzinho – o mesmo que anima as festas de Ribeirão Pires – terá como ponto de partida a Rua Progresso, 700, no Centro, e o primeiro ponto de passagem será o Centro de Referência do Ensino Básico, onde está permanentemente instalado o bondinho original da pedreira.

Na sequência, passagens pela capela histórica de São Sebastião, pistas de skate, estação ferroviária (ponto final do antigo bondinho), biquinha, parque linear, casa dos Castelucci, Casa do Artesão e a velha pedreira.

Ao longo do percurso, jovens músicos de Rio Grande da Serra executarão números em flauta e violino. Já na pedreira, serão sorteadas oito descidas de rapel sob a orientação dos Nativos da Serra e num cenário verdadeiramente cinematográfico formado pela extração de pedras ao longo de uma boa parte do século 20.

Do alto do mirante, visões panorâmicas. Quando o tempo permite é possível avistar todo o polo industrial da Solvay (a antiga Eletrocloro), Campo Grande e a vila ferroviária de Paranapiacaba.

Os dois primeiros passeios programados pela Prefeitura serão no sábado e no domingo, às 8h, com concentração próxima à sede da Prefeitura, Rua do Progresso, 700. Reserve o seu lugar pelo telefone 4821-4610. E viaje no tempo. O retorno, pelo mesmo trenzinho, será ao meio-dia.

Retornando na história, continuamos a ler a reportagem sobre o antigo bondinho escrita pela repórter misteriosa do Diário, com fotos do saudoso João Colovatti, o grande nome da fotografia jornalística do Grande ABC de todos os tempos. Voltamos a março de 1972.

 

BAIRRO A BAIRRO

Normalmente, em cada viagem, o Sr. José (condutor do bondinho) leva de 100 a 120 crianças. Faz três paradas: no bairro da Pedreira, no Recanto das Flores e na Vila Conde Siciliano. Antes fazia uma quarta parada, na Vila Tsuzuki. Mas como o número de crianças é muito grande para o tamanho do bondinho, essa parada foi suprimida. As crianças que moram na Vila Tsuzuki agora vão a pé.

O Sr. José diz que gosta do seu trabalho. Só se queixa que precisa tomar muito cuidado, pois as crianças são muitas e já não estão mais cabendo no bondinho. Diz que precisa ser severo, para que não haja acidentes. “Elas fazem muita bagunça. Quando chega o bondinho, querem entrar todas ao mesmo tempo. Então eu fecho a porta e mando formarem filas, para que ninguém se machuque.”

Apesar do ar sério e das broncas, o Sr. José parece gostar muito da garotada. Principalmente das crianças que estudam no período da tarde e que estão no 1º ano. Como são pequenas, o condutor, com calma, as ajuda a entrar uma a uma no bondinho, para que não se machuquem.

“Acho que deveria ter uma pessoa para me ajudar, talvez uma servente da própria escola, para manter as crianças em ordem durante a viagem.”

Continua...

 

Diário há 30 anos...

Domingo, 17 de maio de 1987 – ano 30, edição nº 6444

Mauá – O povo paga jogadores e dirigentes do Grêmio Mauaense: 17 são contratados como servidores da Prefeitura.

Vôlei – William dá adeus à Seleção. Motivo: a demissão do técnico Brunoro, desligado por Carlos Nuzman. O capitão promete dedicação total à Pirelli. Reportagem: Luiz Carlos Sperandio.

Saúde – Aids provoca pânico. Reportagem: Solange Dotto, na página Ela & Ele.

Inventário Histórico – No nono levantamento, 49 bens

listados em São Caetano. Da lista fazem parte as vilas

operárias da Cerâmica, IRFM e São Paulo Railway.

 

Em 18 de maio de...

1917 – Frido Cavassani nasce em São Caetano. Memorialista e descendente de imigrantes italianos.

A guerra. Do noticiário do Estadão: torpedeiro alemão afundado.

Comentário – A ruptura das relações diplomáticas entre a Alemanha e o Brasil terá, mais hoje ou mais amanhã, o seu epílogo natural, que é o desenlace da guerra.

Rio, Assis Chateaubriand.

2012 – Falece Valdírio Prisco, ex-prefeito de Ribeirão Pires

 

Hoje

Dia das Raças Indígenas da América

Dia Nacional do Petroquímico

Dia dos Vidreiros

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Dia Internacional dos Museus

 

Municípios Paulistas

Aniversariam hoje:

Guaíra. Elevado a município em 1928, quando se separa de Orlândia.

Piratininga. Elevado a município em 1913, quando se separa de Agudos.

 

Santos do Dia

João I (Itália, Siena, 470 – Ravena, 18-5-526). Papa e mártir. Governou a Igreja entre 523 e 526.

Claudia

Leonardo Murialdo

Félix de Cantalice ou Cantalício

 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 18 de maio:

Na Paraíba, Areia.

Em Pernambuco, Bezerros, Caruaru e Panelas.

Em Alagoas, Branquinha.

Na Bahia, Jaquaquara.

No Rio Grande do Norte, Japi.

Fonte: IBGE

 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC