Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Nada de Brasília para Lauro Michels


Raphael Rocha

12/05/2017 | 07:00


Prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV) confidenciou a aliados que queria ser candidato a deputado federal, deixando o governo local nas mãos de seu vice, Márcio da Farmácia (PV). Ele havia dito a interlocutores que não aguentava mais o disse que me disse com a oposição, em especial com a turma patrocinada politicamente pelo Água Santa, e que queria ir para Brasília. Mas foi advertido por esses mesmos amigos que o tiro sairia pela culatra. “Imagina se ele perdesse a eleição para deputado? Com qual respeito voltaria a ser prefeito?”, disse um aliado próximo de Lauro. O verde agora recuou da ideia.

BASTIDORES

Estância
Comitiva da Prefeitura de Ribeirão Pires participou ontem de encontro da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo. O curso serve para preparar as cidades condecoradas com o título de estância turística para se organizar e planejar políticas públicas. O governo do Estado já avisou que três municípios vão perder essa chancela – e, consequentemente, verbas do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos). Serão seis encontros no total. Na foto estão Marcelo Menato, secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, Carlos Fernando Zuppo, gerente executivo da Aprecesp, e o vereador Rogério do Açougue (PSB).

Contas de Volpi – 1
A análise das contas rejeitadas do ex-prefeito de Ribeirão Pires Clóvis Volpi (sem partido) não foi feita pelos vereadores na sessão de ontem, como se comentava. Segundo o setor jurídico da Casa, o ex-chefe do Executivo tem até quarta-feira para protocolar sua defesa no processo e informar se quer também se defender oralmente aos parlamentares – isso aconteceria na sessão de quinta-feira.

Contas de Volpi – 2
Somente passada essa etapa é que os vereadores vão avaliar o parecer do TCE (Tribunal de Contas do Estado) contra a gestão de 2012 da Prefeitura de Ribeirão Pires, último ano de Volpi. O tribunal entende que a administração do ex-prefeito registrou deficit orçamentário na ordem de 11,95% e de contratação de servidores em período eleitoral, o que é vedado pela Constituição Federal.

Sem desapegar
No governo do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), muitos dos secretários demitidos pelo chefe do Executivo não desapegaram dos cargos. Ao menos duas figuras políticas desligadas do primeiro escalão da gestão socialista batem diariamente ponto na Prefeitura, com livre acesso aos gabinetes e com status de chefes.

Clique
O PT de São Bernardo registrou seus filiados que foram a Curitiba para acompanhar o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro. Na foto estão Tarcisio Secoli, Maria Inês Soares, Zé Ferreira, Zaninha, José Cloves e o presidente do diretório local, Brás Marinho. 


Leia mais



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.