Fechar
Publicidade

Sua Saúde

Publicado em sexta-feira, 5 de maio de 2017 às 07:07 Histórico

Trombose venosa cerebral

As veias cerebrais formam dois grupos, o externo ou superficial (veias cerebrais superiores e inferiores) e o interno ou profundo (veias cerebrais internas e a Magna/ou Galeno).
A TVC (Trombose Venosa Cerebral) é um tipo de AVC que ocorre quando um trombo sanguíneo entope uma das veias do cérebro, impedindo a circulação e a sua oxigenação.
Essa patologia acomete o seio sagital superior em 70% a 90% dos casos e os seios laterais em 40% a 70%, frequentemente com progressão da trombose de um sistema venoso para outro, determinando congestão venosa e edema cerebral vasogênico difuso ou focal.
A trombose pode progredir para as veias cerebrais superficiais ou profundas, culminando com infartos venosos hemorrágicos.
É mais comum em mulheres jovens e se dá por alteração na coagulação sanguínea, mas a causa, no entanto, não é encontrada em cerca de 25% dos casos.
O prognóstico pós-tratamento é relativamente favorável, com sequelas graves em torno de 14% e mortalidade de 6% a 15%.

Fatores de risco:
Uso de anticoncepcional oral.
Gravidez.
Alterações congênitas.
Infecções para meníngeas.
Lúpus eritematoso sistêmico.
Sarcoidose.
Policitemia Vera.
Doença de Behçet.
Linfoma.
Anemia falciforme.
Purpura trombocitopenica.
Tumores.

Sinais e Sintomas:
Cefaleia intensa por vários dias.
Alteração de comportamento.
Dificuldade na fala.
Alteração da visão.
Náuseas.
Vômitos.
Febre.
Alteração do nível de consciência.
Crise convulsiva.
O diagnostico é feito pela história, exame físico, laboratoriais, do liquor e de imagem como tomografia computadorizada, ressonância magnética ou angiografia cerebral.

Saiba mais:
O cérebro depende igualmente dos sistemas arteriais e venosos.
Na TVC o sangue continua a chegar ao cérebro, mas encontra dificuldade em sair, congestionando o fluxo sanguíneo na rede capilar.
A área afetada deixa de ser irrigada corretamente.
Essa patologia é rara e corresponde a menos de 2% dos casos de acidentes vasculares cerebrais.
Antigamente a TVC era conhecida como uma doença grave e fatal.
Hoje o prognostico é melhor devidos aos métodos de diagnósticos utilizados.
A cefaleia difusa ou localizada é o sintoma mais frequente entre 70% e 90%.

É acompanhada de:
Deficits focais em 34% a 79%,
50% com papiledema,
Diplopia,
Embassamento visual,
Convulsões e alterações da consciência em 26% a 63%.
Os sintomas podem progredir em 48 horas em 28% a 54% dos casos.
Em 25% a 30% há evolução em período superior a 30 dias, muitas vezes como síndrome pseudotumoral.
Na tomografia podem ser detectados sinal do delta vazio (ou do triângulo vazio), sinal do triângulo cheio, sinal da corda, estase venosa. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC