Fechar
Publicidade

Automóveis

Publicado em sexta-feira, 5 de maio de 2017 às 07:04 Histórico

É furgão, mas é Mercedes

Vagner Aquino/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Apesar de ser um Mercedes-Benz, ele tem câmbio manual (com seis marchas). E – fora um componente aqui, outro ali – o luxo evidenciado na gama de automóveis passa longe do Vito. Sim. Estamos falando daquele irmão menor da Sprinter, que tem dimensões mais compactas (5,14 metros de comprimento e 1,91 m de altura) e permite ser dirigido mesmo por motoristas que têm carteira de habilitação categoria B.

Se por fora alguns criticam sua estética (apontando até mesmo semelhança com carros funerários), do lado de dentro o furgão agrada bastante. Na lista tem desde vidros elétricos a ar-condicionado (opcional). Destaque para a ergonomia, que deixa tudo ao alcance das mãos, como o rádio – conexão bluetooth, entrada USB e cartão SD.

Tá aí um substituto que supre as necessidades dos órfãos da saudosa VW Kombi. Obviamente, com preço muito maior, o Vito 111 CDI (este é seu nome completo), custa R$ 105 mil. Ponto para a versatilidade, isolamento acústico e dirigibilidade. Aliás, para se mover, conta com motor turbo diesel de 114 cv.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC