Fechar
Publicidade

Cena Politica

Publicado em sábado, 22 de abril de 2017 às 07:00 Histórico

Espaço limitado do PPS causa alfinetadas

A participação limitada ao PPS de Santo André no governo Paulo Serra (PSDB) tem sido alvo de cutucadas da bancada do partido na Câmara, composta pelos vereadores Rodolfo Donetti e Fábio Lopes. O tucano abriu vaga no primeiro escalão para a legenda – superintendência da Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), com Reinaldo Messias –, só que a ala alega que o espaço pertence ao deputado federal Alex Manente (PPS). Nos bastidores, há informação de que a dupla aguarda efetividade de indicações da municipal ainda no primeiro semestre. Na reforma administrativa apresentada na Casa, Lopes protocolou cerca de 90 emendas. Antes, ele já havia assinado requerimento que pede a apuração de suposto desvio de finalidade de alguns secretários, dando sinais de descontentamento.

Poltrona 45
Depois do retorno do então ex-vereador Paulo Serra ao PSDB, em 2015, para ser candidato ao Paço de Santo André no pleito de outubro, o tucano distribuiu declarações públicas de amor ao tucanato. Às vésperas do processo eleitoral, ele chegou a dizer que voltou à sua casa. Em ato ontem de abertura da plataforma da estação ferroviária de Paranapiacaba, o hoje chefe do Executivo andreense sentou ‘por coincidência’ na poltrona de número 45 no trem e apresentou o bilhete especial. Ainda está em período de lua de mel.

‘Ambulante’ exaltado
Durante a mesma viagem, o vereador Edilson Fumassa, de Santo André, demonstrou empolgação. Ao lado do prefeito e secretários, o parlamentar deu uma de vendedor ambulante, iniciando ‘trabalho’ para vender chocolate e bilhete do local, que custava R$ 30. “Na minha mão é R$ 20”, brincou. Rendeu, em alguns momentos, pedido de alguns para ficar menos exaltado.

Decreto dos carros
O Palácio da Cerâmica publicou nesta semana decreto formalizando o recebimento de dez veículos que pertenciam à frota da Câmara de São Caetano, modelos Corsa e Astra, anos 2007/2009. Os carros foram devolvidos por nove vereadores que integram a base governista e até mesmo de um oposicionista (César Oliva, PR). Questionado, o Paço não respondeu qual será a destinação dos automóveis.

Greve geral contra reformas
As principais centrais sindicais, federações e sindicatos, incluindo os de grande representatividade no Grande ABC, têm se movimentado para efetivar manifestação de greve geral na sexta-feira em todo o País. A paralisação é chamada como protesto às reformas (da Previdência e trabalhista, em tramitação no Congresso Nacional) encampadas pelo presidente Michel Temer (PMDB), além da lei das terceirizações, já sancionada.

Wagnão na presidência
Por falar em sindicalismo, o atual secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão, foi eleito com 93% dos votos válidos para presidir a entidade até 2020, dando continuidade ao grupo vigente. Ele substituirá Rafael Marques, que estava no posto desde 2012 (reeleito em 2014). A posse de Wagnão no comando será no dia 19 de julho.

CPI da Sabesp
Requerimento do parlamentar Julinho Fuzari (PPS), de São Bernardo, busca assinaturas na Câmara para instaurar CPI da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). O texto contabiliza adesão de oito colegas, mas são necessárias mais duas rubricas para emplacar abertura de investigação sobre contrato, de 2004, entre Paço e a empresa paulista. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC