Fechar
Publicidade

Economia

Publicado em terça-feira, 18 de abril de 2017 às 16:03 Histórico

Meirelles: reunião aumentou confiança na aprovação da reforma da Previdência

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, voltou a afirmar em São Paulo nesta terça-feira, 18, que a reunião que teve hoje com cerca de 300 parlamentares em Brasília aumentou a sua confiança em relação à aprovação do projeto de reforma da Previdência. "Isso é importante porque ela é parte crucial do nosso processo de ajuste fiscal no Brasil", disse o ministro em rápida entrevista que deu aos jornalistas após ter feito palestra no seminário Macro Vision realizado pelo Itaú Unibanco na capital paulista.

De acordo com Meirelles, o governo espera que o relatório sobre a reforma previdenciária que deverá ser apresentado amanhã, em Brasília, atenda aos requisitos que têm sido colocados. "Dissemos que as mudanças não poderiam comprometer uma porcentagem muito grande do plano original. Tem que ser algo que fique abaixo de um decréscimo de 30%. Que seja uma reforma superior a 70% daquela que foi colocada pelo projeto anterior", disse. Para o ministro, pelas expectativas do governo, o que foi colocado pelo governo deverá ser aprovado.

Ainda segundo Meirelles, o efeito mais importante das mudanças que deverão ser feitas no projeto de reforma da Previdência é a alteração da idade mínima de aposentadoria para mulheres de 65 anos para 62 anos. Por outro lado, afirmou ele, é preciso destacar que a transição para as mulheres começa um pouco mais tarde do que o previsto. "Na proposta original, a transição começava com a idade mínima passando de 50 anos para 65 e agora evolui de 53 anos até 62 anos", disse.

A mudança da idade mínima é um item importante, mas que está nos cálculos. De qualquer forma, vai haver ganho fiscal, de acordo com o ministro.

Meirelles ainda negou que o governo esteja contemplando aumento de impostos no momento.



Leia Mais

Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC